google

segunda-feira, 5 de julho de 2010

EU PRECISO DESABAFAR

Os problemas começam a surgir e, muitas vezes, não conseguimos evitá-los ou resolve-los. Problemas com filhos, com trabalho, amigos, finanças, problemas amorosos, de relacionamentos, desentendimentos, incompreensão, etc. São tantos! Não importa o nome para o problema, a verdade é que eles chegam devagarinho, vão crescendo como bola de neve e assumem uma proporção tão grande que, já não conseguimos suportar a pressão. A cabeça fica martelando, repetindo as mesmas palavras, as mesmas frases, a mesma história que você vai engolindo como se fossem pedras que insiste em não descer pela garganta e, quando desce, você não consegue digerir. Sentimos a sensação de que vamos explodir a qualquer momento.
Contar para quem? Desabafar com quem?
Temos amigos, parentes mas, não queremos ocupa-los com as nossas lamentações. Ou, quem sabe, eles não estão interessados, ou ainda, o que temos para desabafar não pode ser revelado para pessoas próximas. Pode ser, também, que não tenhamos com quem desabafar. E aí vamos remoendo as nossas tristezas, frustrações, dores e decepções.
Para expor o que sentimos, aquilo que nos aflige, precisamos ter alguém em quem confiemos o bastante, ter a certeza de que essa pessoa vai guardar segredo, vai saber aconselhar e não vai ser tendenciosa no momento de apontar os erros e acertos.
Temos que ficar atentos para não correr o risco de desabafar com alguém que nos inveje, eis que, tal pessoa poderá dar uma orientação errada com a finalidade de nos prejudicar.
Eu sei que é muito raro encontrarmos alguém em que realmente possamos confiar.
Para pessoas que não têm em quem confiar ou não querem se expor, existe um procedimento que, comprovadamente, auxilia a desabafar e a enxergar melhor a questão:
Escreva em uma folha de papel o que está lhe afligindo com todos os detalhes, em seguida, leia como se estivesse vendo o problema de outra pessoa. Agora imagine que existe uma mesa onde estão sentadas duas pessoas de sexo diferente do seu e uma do mesmo sexo que você. Imagine estas pessoas nos mínimos detalhes: cor de pele, cabelos, olhos. Uma delas tem 70 anos, a outra 50 e a outra tem a sua idade. Caso a sua idade aproxime-se das idades já citadas, a terceira pessoa deverá ter entre 25 e 30 anos . Olhando para cada uma dessas pessoas, imagine e escreva que solução cada uma delas daria para questão, por último, escreva a solução que você tem em mente mas não aplicou até agora. Mesmo que você ache que o problema não tem solução total, coloque uma solução parcial para sua resposta. Leia por três vezes o problema e as quatro soluções encontradas. Ao terminar, não esqueça de rasgar ou queimar o papel para que ninguém leia o que você escreveu. Se ao finalizar esse teste você não conseguiu desabafar e encontrar a melhor solução, me escreva, desabafa comigo. Eu não te conheço, você não me conhece e, quem sabe encontramos uma solução ou um paliativo para sua aflição.
Advoguei durante anos. Hoje não advogo mais e nem quero advogar mais. Contudo, durante esses anos ouvi, vi e convivi com todos os tipos de problemas e conflitos. Portanto, se você não tem com quem desabafar, desabafa comigo que eu te ouço e respondo. Não deixe que a angustia seja sua companheira porque não faz bem para o espírito e nem para o coração.

117 comentários:

  1. O Divã está lotado? Tem tempo que você não escreve no Blog .......
    Gostei de um espaço assim, também empresto meu divã para quem quiser falar, só vou ouvir, mais nada.
    Veja meu blog
    http://turquezzavariedade.blogspot.com
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Eu não sei o q acontece, tem dias q tenho vontade de conversar muito com alguém.. como agora, procuro na agenda do cel. e não encontro alguém q poderia ou teria paciência para ouvir novamente as mesmas "lamurias"... eu não sei de onde vem essa "onda" de tristeza em mim... minha vida não é fácil...mas a de pelo menos 80% dos brasileiros não são fáceis...me dá uma angustia, uma solidão, não tenho namorado...namorei durante 15 anos mas acabou...mas tb não o amava mais, estava por medo de ficar só, namorei outro depois desse mas ele tinha os mesmos "defeitos" do anterior, então jurei q não queria mais isso na minha vida! Mas a dor de ficar sozinha doi muito, as pessoas me dizem para sair, conhecer gente... mas não tenho condições financeiras para isso, estou me reestruturando esse ano para que nos próximos anos quem sabe eu consiga isso, sair um pouco...
    Tenho vontade de gritar para alguém me abraçar, mas sei q sinto falta tb de um abraço masculino, q não é abraço de amiga que vai resolver, embora muitas vezes só de conversar com alguma amiga, já me alivie.. então acabao tomando calmante durante o dia no trabalho para ver se essa dor vai embora...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo (a),ví que anos se passaram ! Está td bem agora ?Preciso saber.Boa noite.

      Excluir
    2. estou na mesma preciso tanto conversar com alguém mas existem coisas q não poderia dizer a ninguém , na verdade não sei nem pq mas não tenho amigos, se alguém puder me ouvir e quiser ser ouvido me manda um email grazicris007@hotmail.com ou WhatsApp 3171205942 so mulheres pois sou casada e já tenho problemas na relação o suficiente

      Excluir
    3. Oi.. nossa qto tempo se passou..muita água passou por debaixo da ponte.. no final de 2011 eu prometi a mim mesmq que as coisas iriam mudar na minha vida.. e mudaram muito mesmo... fiz coisas que jamais sonhei fazer na minha vida toda.. mas ainda existem percalços que preciso ultrapassar.. coisas que são da minha própria natureza e que somente eu posso mudar... depois de tudo isso eu me casei.. o casamento não foi o que eu esperava infelizmente, achei que ia ter um amigo além de marido, mas não foi isso que aconteceu.. ele é muito bom mesmo, mas sei que não existe amor entre nós (homem/mulher).. tem horas que achei que fiz a maior besteira... mas muitas vezes sei que foi o melhor para mim, pois hj pelo menos não sou mais tão sozinha.... Resumindo: minha vida melhorou muito mesmo. Hj só sinto que preciso ter a determinação que tive em 2011 - aquele pensamento positivo que fez mudar toda uma vida..Chateação. Sim, mas quem não as tem?...Obrigada pela preocupação. ET. - Grazi, respondi ao seu e-mail.

      Excluir
  3. Amiga,

    Pelo seu relato, minha orientação é que você experimente tomar Florais de Bach. O Floral vai ajudar a acalmar essa ansiedade e trazer tranquilidade mental para que você consiga também encontrar uma forma de resolver a solidão. No seu caso, o Floral "Heather", 2 gotas embaixo da língua 4 vêzes ao dia. Trata-se de um Floral de Bach que é indicado exatamente para este tipo de situação que você está vivendo. Os Florais de Bach não têm contra-indicação e proporcionam um estado de harmonia, tranqüilidade, paz interior e equilíbrio espiritual, mental e físico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tbm é bom ter fé,orar ler a Biblia Sagrada é esperar em ''nosso Deus''

      Excluir
  4. SINCERAMENTE,NÃO SEI MAIS O QUE FAZER,TENHO 24 ANOS DE IDADE,SOU CASADA Á QUASE 4 ANOS,E TENHO UM FILHO DE 2 ANOS E 6 MESES.MEU ESPOSO DE UNS TEMPOS PRA CÁ COMEÇOU Á VER DEFEITOS EM MIM,DIZER QUE NÃO ME MAQUIO,NÃO SEI ME ARRUMAR,ENFIM COMEÇOU Á VER VÁRIOS DEFEITOS ANTES NÃO VISTOS.JÁ DISCUTIMOS VÁRIAS VEZES,POIS ELE GOSTA DE FICAR EM BAR,CONVERSANDO COM OS CONHECIDOS POIS ELE NÃO BEBE.E EU NÃO GOSTO.POR CONTA DISSO JÁ DISCUTIMOS MUITO.EM UMA DESSAS DISCUSSÕES,ELE MANDOU EU ARRUMAR MINHAS COISAS.E EU ARRUMEI,MAS NÃO FUI.SINTO QUE MEU DESEJO POR ELE ACABOU,ÁS VEZES FICA O SILÊNCIO ENTRE NÓS.ÁS VEZES PENSO EM SAPARAÇÃO,MAS COMEÇO Á LEMBRAR DOS INICIO DE TUDO,E VEJO COMO NÓS ERAMOS FELIZES.E VOU TENTANDO COLOCAR AS COISAS DO JEITO DE ANTES.MAS FICA NA MESMA.
    PRECISO TOMAR UMA DECISÃO,MAS FALTA CORAGEM,OU ALGO PARECIDO.
    VALEU DESABAFAR UM POUCO.
    ADOREI SEU BLOG.
    ASS: MLC VITÓRIA-ES / BRASIL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,

      Aceite uma orientação: - não faça ameaças das quais você sabe que não vai cumprir. Isto faz com que a pessoa não acredite mais em você e consequentemente ocorre a perda do respeito. Quando ele mandar você arrumar suas coisas, faça-o enxergar que a casa é sua também, independentemente dela ser própria e ele que comprou ou ser alugada e ele que paga o aluguel. Após o casamento ou união por mais de dois anos, você adquire esses direitos. Não deixe que ele te humilhe desmerecendo você. Bate boca não leva a nada. Ignore, deixe ele discutir sozinho, o desprezo é o melhor remédio. Já que você decidiu ficar apesar dos pesares, procure manter uma postura para que ele continue te respeitando, eis que, se não houver mais respeito o relacionamento se deteriora.

      Abços.,
      Rita Maria

      Excluir
    2. Faça o que seu marido disse, FIQUE LINDA, SE ARRUME, SE PINTE, VISTA TODOS OS DIAS UMA ROUPA BONITA, ARRUME SEU CABELO isso VAI AUMENTAR SUA AUTOESTIMA, VC COMEÇARA A DAR VALOR A SI MESMA e com isso seu marido vai começar a enxergar vc, se ele não te ver, pode ter certeza outros começarão a te ver ...

      Excluir
  5. preciso muito desabafar com alguém, mas não gostaria de me expor. não sei muito como usar essa ferramenta. como faço para manter um diálogo?

    ResponderExcluir
  6. O Blog não oferece a possibilidade de diálogo em tempo real, ou seja, aqui você deixa o seu comentário para ser respondido posteriormente. Contudo, você não precisa se identificar. Você faz o comentário sem colocar nomes ou dados pessoais e eu te respondo. Estou te aguardando.
    Abços.,
    Rita Maria

    ResponderExcluir
  7. Eu tbm preciso desabafar, eu tenhu 14 anos conhesi um menino pelo qual eu me apaixonei, não foi qualquer amor di adolecensia eu numca senti por ninguem o que eu sentia por elle o tempo foi passano ele disia que mi amava e quando eu mi entreguei definitivamente ele comesou a gostar da minha prima,eu não suportava mais eu fikei sem conversa com elles chorava todo dia, num saia só queria chorar, até que um dia eu falei não eu tenhu que esquecer elle,um menino que eu já gostei antes que sempre esta pedindo pra fikar comigo, largo da namorada ella mora en otra cidade não da valor nele e ele sofre muito, ae agora que mi apeguei nelle que estou gostano dellepois ele me fes esquecer o meu amor que ainda gosto um pouco, ele volta com a ex, mais eles não fika junto e ele sofre muito e eu tbm estou sofrendo pois penso nelle o dia inteiro, não consigo tirar ele da minha cabesa entro na rede social a primeira coisa que faso é entrar no face, msn delle pra ver si acho augo e sempre me desepiciono, jáh não sei mais o que faser, estou amando ele e vendo ele sofrer amando elle esta acabando comigo por favor mi ajuda o que eu faço?
    Si poder mi ajudar eu agradesso muito, adorei o seu blog as suas ajudas espero que possa me ajudar também, muito obrigada por inquanto ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,

      Vejo que você está totalmente confusa na sua vida amorosa. Se nada deu certo até agora é porque começou tudo errado. Ficar com alguém que terminou um relacionamento e ainda gosta da “ex” é servir de bengala, ou seja, só presta para dar apoio. Também, não vale a pena viver do passado. Ainda mais de um passado sem perspectivas futuras. Os seus “ex” estão em outra. Portanto, você está perdendo o seu tempo, apostando em zebra achando que é cavalo. Assim, você nunca vai ser amada. Esquece esses dois e parte para outra. Você precisa conhecer alguém livre e sem tantos problemas como os seus “ex”. Deixe o seu caminho e o seu coração livre para um novo amor e seja feliz.

      Abs.,

      Rita Maria

      Excluir
    2. Lindinha, o amor é tão engrato quem a gente ama ama outra pessoa...
      O que a Rita falou eu concordo plenamente tudo começou errado, o que eu percebo que é comum entre nós mulheres é que quanto menos o cara liga para nós mais nos os amamos, vc percebeu que no seu discurso foi, gostava de um cara e quando eu me entregue totalmente ele quis a minha prima, comecei outro relacionamento e ele voltou com a ex...
      Por que será que gostar do mais difícil é emocionante> É como dizer para nós mesmos eu vou te conquistar.
      Não queremos perder e perder para outra mulher nem pensar... Somos assim mesmo verá que com o passar do tempo vc vai acabar se apaixonando por outra pessoa, tão ou mais complicada do que este.

      Beijinhos e boa sorte

      Excluir
  8. Olá. Como muitas das pessoas que escrevem aqui, eu tenho alguns amigos, mas sinto que nenhum deles é realmente meu amigo, em quem eu posso confiar, esse é um dos meus problemas. Cansada de tanta falsidade, nao tenho mais vontade de sair, ver e nem sequer conversar mais com esses amigos.
    Eu estava namorando até pouco tempo, e esse namorado tambem me deixou, sem eu esperar. Nos ultimos tempos ele vinha sendo a unica pessoa que eu confiava, e só saia com ele e com os amigos dele, pois ja nao conseguia mais confiar e nem conversar com esses meus amigos bem antes de conhece-lo.
    Minha familia tambem nao me ouve, minha mae me acha uma tola e nao me compreende, o que me faz eu me afastar deles tambem.
    Agora estou desolada, sem ninguem, e me achando a pessoa mais detestavel do mundo, pois ninguem gosta verdadeiramente de mim pelo que eu sou, nem amigos, nem namorados, nem sequer a minha familia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Larissa,

      Refletindo sobre o que você contou resolvi fazer uma postagem hoje, aqui no blog, que responde as suas dúvidas. O título é: Nimguém me ama, ninguém gosta de mim. Leia, pois tem a resposta para suas perguntas.
      Abraços,
      Rita Maria

      Excluir
    2. Larissa,

      Eu aprendi que na vida tudo é uma troca, sinceridade demais também machuca, amor de mais fere tudo que é demais traz sofrimentos, amigos verdadeiros são destinados a cada situação,quando estamos bem temos diversos, já quando estamos mal são pouquinhos se podem nos ajudar, isso também é culpa nossa, já que esperamos demais das pessoas, como se elas tivessem ao seu lado uma bola de cristal capaz de advinhar o que precisamos.
      Veja bem vc tem que dar o primeiro passo, aceitar as pessoas como elas são e dizer claramente o que espera delas, pessimismo não leva a nada e quando mais vc se afastar do mundo mais o mundo se afasta de vc.

      Bjos

      Excluir
  9. RESPOSTA PARA ANONIMO DO VILLAGE PAVUNA
    "Valeu Rita! Bem vamos lá... Moro no Conj Hab Village Pavuna e de uns 3 anos pra cá, tem sido um verdadeiro..."
    Amigo,
    Para sua própria segurança resolvi postar só um trecho do teu comentário. Infelizmente, neste país não temos a segurança necessária para que possamos expor tudo àquilo que nos aflige. Corremos riscos o tempo todo. Saímos de nossas casas sem ter a certeza de que iremos voltar sãs e salvos. Vivemos, atualmente, no país da “Fartura”: farto de balas perdidas, farto falcatruas, farto de impunidades e etc.
    Sinto, sinto muito que não possa fazer nada por você a não ser ouvir o teu desabafo e me solidarizar. Antigamente, quando tínhamos algum problema recorríamos a Justiça. Hoje, só nos resta a Justiça Divina. Diante de toda esta situação caótica em que vivemos só existe uma saída: rezar, rezar muito pedindo a Deus que nos guarde, tenha piedade de nós e do nosso povo.
    Abs.,
    Rita Maria

    ResponderExcluir
  10. Desesperada,
    Aos 30 anos me sinto completamente apaixonada e o pior por alguem que trabalha comigo, a super mulher desapareceu e deu lugar a uma garotinha tão infantil que eu simplesmente desconheço, esta paixão machuca, as vezes eu acho que se eu chegar nele e contar acaba de uma vez, é como se eu estivesse tirando a dor que está dentro do meu peito, sou casada e ele tem uma mulher que convive com ele a anos, nunca senti ciumes e por ele eu sinto, nunca fiquei boba e sai da minha razão por ele eu saio, teve um dia que eu a noite disse que queria connversar eu iria dizer a verdade pedi que promete-se que não mudaria comigo ele nao respondeu e continuei a ser quem eu era.
    Preciso desesperadamente de um conselho, preciso de um remedio, poção mágica uma formula de acabar de vez com esta paixão, eu me quero de volta, aquela mulher séria e no controle de tudo e de todos.

    ME AJUDE POR FAVORRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRr

    ResponderExcluir
  11. Oi rita!
    Estou casado a pouco tempo e somos um casal relativamente jovem
    depois de 4 anos de namoro fomos morar juntos em uma casa linda que construimos.
    optamos por não fazer casamento e lua de mel e sim mobiliar toda nossa casa.
    minha esposa vivia um inferno em sua ex-casa, sua mãe era uma pessoa terrivelmente egoista e ruim, e seu pai um bebado/caloteiro de primeira, que mtas vezes bateu em sua mae. enfim looonga historia.

    resolvemos fazer a nossa casa e morarmos juntos pra ela se livrar de vez desses problemas e dessa gente que só fazia mau a ela e enfim termos paz.
    minha esposa sempre foi uma pessoa de genio dificil, mas temos mtos bons momentos juntos e nos amamos mto.

    depois de quase 1 ano juntos, sua mãe faleceu de cancer. foi um periodo muito dificil entre hospitais e noites sem dormir. (ja fazem 5 meses)
    durante esse periodo, brigamos algumas vezes por stresse do cansaço e por nem sempre eu poder ajudar devido ao meu trabalho. mas nao quer dizer que nao ajudei pois ajudei muito, vivia correndo atras de remedios e levando a familia pra todo o lado, entre varias outras coisas.
    admito que as vezes sou um pouco egoista, mas ajudei muito ela nesse periodo dificil.

    o que acontece é que depois que sua mae faleceu, parece que ela ficou meio "fora de pino" se é que me entende, anda muito estranha.
    esta fazendo de tudo para compensar a ausensia da mae e se sente culpada pelo ocorrido.

    temos que viver na ex-casa dela agora, todos os dias. o pai dela que é um baita sem-vergonha ficou sozinho e fica dando uma de paizao agora, ligando toda hora, mas sei que oque ele quer é que ela volte pra casa pois precisa de alguem para fazer as tarefas da casa e etc.

    ela fica fazendo de tudo por eles agora, se culpando pela morte da mae, ela nao me falou isso mas eu sei porque sinto isso dela.
    enfim a vida dela agora virou pensar na mae que morreu, e tentar compensar isso de alguma forma, ou seja viver na ex-casa com sua vó, pai e irmao
    só que nosso relacionamento esta esquecido, porque ela só pensa neles agora
    me trata mau mtas vezes, e só fica feliz qundo vamos na ex-casa, temos ainda bons momentos, mais sao raros, vivemos brigando por isso e quando digo pra ela que viemos pra nossa casa viver nossa vida ela diz que nao combinou nada disso, que nao vai esquecer a familia dela.
    nao é isso que eu quero, quero que sim ela veja a familia dela. mas acho que vc me entende quando digo que ela esqueceu da gente, que nao vivemos mais nossa vida, que temos que viver em função da sua familia agora.
    conversando com amigos espiritualistas, comentaram que seu espirito esta como um cavalo desenfreado.
    e realmente ela anda muito estranha, eu sempre soube que casamento é dificil
    mas normal, casei sabendo disso e que iamos ter dificuldades, só que essa situação esta dificil de suportar e deixar passar.
    nosso casamento era mto bom e agora ficou desse jeito, sem muito dialogo
    parece que ela esta com raiva de mim pela morte da sua mae.
    nao posso contar com minha familia, se é que posso chamar de familia.
    e estou sem amigos pois ela fez com que eu me afastasse pouco a pouco deles com ciume de tudo
    porque sempre teve ciume de tudo oque eu faço. na verdade ela herdou boa parte do egoismo da sua mae, mas tinha melhorado isso..
    sempre fiz de tdo por ela e por nos, mas estou bastante decepcionado e triste vendo tudo que tentei construir, caindo por terra
    fiz de tdo pra tentar ajudar ela e recebo agora ingratidao.

    ResponderExcluir
  12. meus problemas são muitos, estou gravida de 5 meses ,não deveria ter ficado gravida porque precisava fazer uma operação de visicula antes . tenho tido uma gravidez difícil desde o começo ,tive risco de aborto. moro em um comodo só sem banheiro tenho que subir um terreno com muito risco de cair . não tenho geladeira e não consigo fazer todas as alimentações necessárias, fora que a mãe da pessoa com quem vivo faz de tudo pra que eu perca minha bebe. pedi para que ele aluga-se um comodo pra mim , que não precisava vir junto m,ais parece que ele esta esperando que o pior aconteça ! não sei mais o que fazer pois não posso procurar !

    ResponderExcluir
  13. Não procuro por respostas, só quero tirar de dentro de mim minhas culpas e minhas tristezas. Sou mãe, mas não sou daquelas que posta que é a pessoa mais feliz do mundo por isso. Desde que me tornei mãe e isso foi há um bom tempo, tudo o que senti foi que perdi e não consegui desfrutar do que ganhei, uma filha linda que acabou sendo transformada em uma obrigação. Meu marido passou a ser primeiro apenas pai, depois virou um chefe controlador de minhas obrigações de mãe. Tudo tem que funcionar muito bem pq caso contrário eu falhei, e às vezes falho de propósito pq estou cansada. Sempre fui independente e depois de ser mãe eu fui encolhendo enquanto minha raiva e minha tristeza foram crescendo. Amo minha filha, mas às vezes é como se eu fosse apenas alguém que tem que cuidar e zelar sem direito a momentos felizes ou divertidos. Não consegui ser a mãe que gostaria de ser pq deixei de minha vida fosse sufocada por alguém que se contenta em ficar em casa e assistir TV e deixar que eu resolva tudo sozinha. EStou só, só e em silêncio, um silêncio que às vezes dói. É como se eu tivesse sido colocada em uma caixa e por mais que eu tente não consigo sair.

    ResponderExcluir
  14. OLÁ, TENHO 29 ANOS E SOU CASADA HÁ 12, TENHO UMA FILHA DE 9 ANOS, MEU RELACIONAMENTO DE UM TEMPO PRA CÁ, ANDA MEIO DESGASTADO, TENHO PRA MIM QUE EU E MEU MARIDO TEMOS OBJETIVOS DIFERENTES NA VIDA. ENQUANTO EU PENSO EM CRESCER NA VIDA, TRABALHAR, JUNTAR E COMPRAR COISAS PARA NOSSO BEM ESTAR,ELE GASTA TODO O DINHEIRO COM BEBIDAS.NÃO BASTASSE SÓ ISSO DEPOIS QUE BEBE, FALA COISAS HORRÍVEIS, COMO ME CHINGAR,SEM CONTAR TAMBÉM QUE ELE INVENTA QUE EU TENHO ROLO ATÉ COM A SOMBRA DELE,ELE É UMA PESSOA DOENTE DE TANTO CIÚME,E ISSO ESTA ME SUFOCANDO.DEPOIS DE UMA DISCUSSÃO QUE TIVEMOS HÁ 1 ANO ATRÁS EM QUE ELE ME CHAMOU DE SEM VERGONHA O MEU RESPEITO POR ELE ACABOU ASSIM COMO O INTERESSE TAMBÉM.HOJE NÃO SAIAMOS PARA LUGAR NENHUM, VIVEMOS DE DOMINGO A DOMINGO DENTRO DE CASA POR VONTADE DELE. A MINHA FILHA AS VEZES ME PERGUNTA, PORQUE EU NÃO ME SEPARO DO PAI DELA,ELA FALA QUE ELE NUNCA FAZ NADA, NUNCA SAI PRA LUGAR ALGUM, E QUANDO DA IDÉIA DE SAIR, ELE JA BEBEU TUDO O QUE TINHA DIREITO.EU ATÉ TENTEI TOCAR A VIDA AO LADO DELE NA ESPERANÇA QUE AQUELE AMOR,PAIXÃO,TESÃO VOLTASSE, MAS QUANTO MAIS O TEMPO PASSA MAS RAIVA EU VOU TOMANDO.AQUELA PEESSOA COM QUEM EU VIVO A ANOS, ERA A QUE EU NUNCA IMAGINEI QUE IRIA ME MAGOAR TANTO COM PALAVRAS.AFINAL EU TRABALHO, AJUDO NAS DESPESAS DAS CASA, AJUDO NÃO...MEU DINHEIRO É SÓ PRA ESSA FINALIDADE, MINHA FAMÍLIA MORA A QUILÔMETROS DE MIM E NEM VISITA-LOS EU POSSO, PORQUE ELE NÃO QUER IR.ESTOU SEM SABER O QUE FAZER. POR FAVOR, PRECISO DE AJUDA URGENTE...

    ResponderExcluir
  15. Realmente, preciso desabafar com alguem, estou com o peito cheio,nao tenho muitos amigos, estou afastada de minha familia,nao gosto de fazer papel de vitima e nem responsabilizar os outros pelos meus conflitos. Venho de uma familia de 11 filhos, onde so um trabalhava, minha mae muito depressiva por um passado de sofrimento, e meu pai farrista, imaginem como ficavamos nesse meio,passavamos muitas privaçoes, minha mae descontava suas frustraçoes na gente, dizia coisas horriveis, pensava em fugir, crescemos muito desunidos, mas a minha irma mais velha era como se fosse minha mae, ela criou afetivamente os irmaos menores, minha mae morreu, minha irma=mae morreu tem 4 anos e nao consigo administrar essa perda. sobrevivo, tenho um filho de 10 anos e procuro nao repetir os erros do passado, temos uma relaçao de afeto ecumplicidade, mas tem momentos que eu queria que alguem cuidasse de mim, sinto um no na garganta tao grande, uma angustia,nao quero transferir para meu filho meus problemas, mas as vezes eu me pego gritando com ele, depois peço desculpas e explico, o porque da minha explosao, sou autonoma, vendo cabelos, ja fui assaltada duas vezes e isso me deixou abalada, meu filho presenciou o primeiro assalto,minha lojinha fica em nossa huilde casa mas pretendo mudar ampliar meus horizontes indo para o centro da cidade , para isso vou vender uma casa que fiz, durante 4 anos, estou triste, desestimulada, engordei 20 quilos desde que tive meu filho, nao tenho vontade de malhar, minha estima esta baixa, gostria de conhecer alguem mas me sinto feia, preciso de ajuda, nao posso agora, pagar um terapeuta,apesar de saber que e um bom investimento, tenho plano de saude que cobre mas e uma burocracia tao grande, e tao distante que eu nao tenho vontade de sair parA COMEÇAR, SUSPEITO QUE ESTEJA COM DEPRESSAO, so sinto por meu filho pois de qualquer forma por mais que eu tente reflete nele e eu nao quero que ele sofra, me ajudem por favor, preciso muito que alguem me ouça

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim. eu poço te ouvir. e compartilho do mesmo sofrimento.

      Excluir
  16. oi to muito angustiada hoje ,resumindo fui mae aos 15 anos tive 2 filhos meu casamento foi um fracaso total me separei apos 5 anos de casda hoje faz 5 meses que meu caçula se casou e agora estou sozinha ,tenho um amante a 8 anos que não se decide se larga a outra ou não afffffffffff to no meu limite cinto que nao tenho mas forças me ajude

    ResponderExcluir
  17. Boa noite.
    Antes de qualquer coisa, um resumo da minha história: Tenho 21 anos, sou o único fruto de um pai sem pai e uma mãe que perdeu a família muito jovem. Nasci prematuramente - 8 meses, não é muito - porem, fiquei no hospital 1 mês por problemas que deixaram algumas consequências físicas. Eu penso que não nasci prematuro, nasci no tempo normal, só que pequeno e mirrado msm, assim como tudo na minha vida. Minha infância foi diferente; ´meus pais, unidos pelas dificuldades, fizeram de tudo por uma vida digna, algo que conquistaram recentemente. Por ser superprotegido por minha mãe me tornei tímido desde pequeno, sendo bem quieto; assim, infelizmente fui considerado um garoto bonzinho, educado e superdotado intelectualmente, visto minha facilidade à época em aprender e me relacionar com pessoas mais velhas. Estas "qualidades" sempre me afastaram de outras crianças, fazendo com que eu me tornasse solitário e rotulado como "exemplo", algo que eu nunca fui. Para fazer amigos, contei com a minha pior qualidade, que ali já se manifestava: sou um hábil mentiroso, capaz de criar histórias, emoções e características capazes até de confundir a mim mesmo, ás vezes. Na adolescência, minha timidez unida a minha burrice me proporcionou experiências desagradáveis no relacionamento com o sexo oposto, assim como minha aparência repugnante. Uma época de alegrias e tristezas infantis, como todos nessa fase da vida. Já "jovem", minhas características não tinham mudado muito, ou seja, ainda era muito tímido, vivendo sob uma aparência de bom moço e muitas mentiras. Enfim, tive uma criação formidável, pessoas que me adoram como "um exemplo", só que eu mesmo me sinto um lixo, sempre me senti. Voltei a ser, ultimamente, um monstro truculento e insuportável entre quatro paredes,odeio todo mundo, todos mesmo, exceto meus pais, em parte. Não entendo: se tive tanto amor, condição (não financeira mas emocional), potencial, por que é que eu não consigo ter sucesso ou apenas ser feliz? Começo a concluir que sou um ingrato filho da puta, que não merece esse tipo de coisa, um ser ruim, baixo, asqueroso. Sendo assim, ultimamente, meus desejos suicidas voltaram. Minha vida "amorosa" (amor nada tem a ver com isso, acreditem, posso provar) nunca foi das mais belas e, sinceramente, hoje nem tenho vontade de nada (somente de masturbação, depois que termino, tenho nojo de mim, de me encarar no espelho), já que nem eu mesmo me considero uma boa pessoa, que dirá outro ser ver tal característica, se é que ela existe. A que ponto eu cheguei! Eu quero sair desse buraco, mas em vez de escalá-lo, acabo cavando ainda mais. Não quero aceitar que não sou digno de viver, mas estou começando a pensar que este é o meu destino.
    Preciso de ajuda.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  18. Amigo,
    A resposta as suas perguntas me inspiraram a fazer uma postagem aqui no blog o Título é: “- “Por que eu não consigo ter sucesso ou apenas ser feliz?."
    Ps. Quanto a mentir, faça um esforço para não mentir mais, eis que, o prejuízo será sempre seu. Aqui segue um exercício para você parar de mentir: imagine na sua mente uma luz vermelha que fica pulsando quando você começa a mentir. Toda vez que ele começar a pulsar você para de mentir.
    Abços.
    Rita Maria

    ResponderExcluir
  19. por favor gnt deixe-me desabafar nao consigo falar com ninguem, eu odeio minha vida e penso todos os dias eu suicidio mas nao sou forte o suficiente para cometer tal ato nao keria ter nascido acho q se eu nao estivesse aki hj tudo seria melhor para todos os que me cercam nesse exato momento estou chorando, pois nao consigo aceitar o fato q ACHO QUE MINHA FAMILIA ME ODEIA PRINCIPALMENTE MINHA IRMA ela desejara q eu nao tivesse nacido pois tem um tanto de inveja de mim ter coisas que ela nao teve na infancia e meus pais me odeiam eles fazem de tudo para me ver infeliz nao intendo maldita vida se ao menos tivesse coragem de um suicidio... hj eu era pra ter saido com meus amigos tenho 14 anos e nao posso nem ir na vendinha da esquina sosinha minha mae gosta mais da minha irma que de mim isso é um fato!! alias todos gostam estou rodiada de pessoas falças, nao tenho amigos por que nao sou muito bonita e por isso ninguem ker ser meu amigo e dos poucos q tenho nao posso visita-los sair com eles nao posso fazer absolutamente NADA sou uma pessoa bem calma nunca fiz nada de errado mas aos olhos do meu pai e da minha mae tudo que eu pronunciar ou fazer esta errado ao contrario da minha irma eles dizem Amem para tudo que ela faz apesar de eu ser a caçula da familia e a minha irma ser bem mais velha... eu amo minha irma e no momento estou odiando minha vida e um tanto q meus pais, sei q quando for mais velha vou me arrepender de pensar e escrever assimm quando nao tiver mais ninguem me arrependerei mas so escrevo isso por que nao tenho com quem desabafar EU ME ODEIO EU FAÇO TUDO ERRADO EU CONSIGO ESTRAGAR TUDO, DEUS VIVE ME CASTIGANDO APENAS EU SOU O MAL SOU MUITO CASTIGADA.aos dez anos cai e perdi meu dente da frente no entando uso uma protese movel e isso guardo sequela pra minha vida todo eu preciso de ajuda TODOS ME ODEIAM NINGUEM GOSTA DE MIM ESTOU ENTARNDO EM DEPRESSAO NAO CONSIGO MAIS, UMA HORA VOU ACABAR COMETENDO ALGO AO EXTREMO E O PIOR É QUE NINGUEM NOTA QUE SOFRO TODOS ACHAM QUE ESTOU BEM PORQUE SEGURO MINHAS LAGRIMAS MAS QND NAO AGUENTO MAIS TODO AKELE CHORO Q ESTOU SEGURANDO TANRO TEMPO SAI PARA FORA E NAO PARO MAIS DE CHORAR. pesso sua compreençao obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,

      Pelo que pude perceber, você mesmo afirma que faz tudo errado e que ninguém gosta de você. Se você tem a consciência de que faz errado, por que não muda as suas atitudes e tenta fazer o certo. Deus não castiga ninguém, nós só colhemos aquilo que plantamos e, como costumamos não admitir ou até não enxergar os nossos erros, temos que arrumar alguém para ser culpado e, aí, culpamos Deus, nossos pais, irmãos e amigos. Se os seus pais não gostassem de você, pouco se importariam que você saísse ou quebrasse a cara. Justamente por eles se importarem é que te protegem. Provavelmente os poucos amigos que te restaram são aqueles que não querem o seu bem ou que fazem tudo errado e acham que estão certos.
      Pegue um papel e escreva tudo o que você quer fazer e os lugares que você pretende frequentar, ao lado de cada um você escreve quais os riscos que você pode correr e quais os benefícios que você vai obter. Olhe em volta e veja a vida das suas amigas que desobedeceram os pais, veja quais foram as consequências e se é isso que você quer para você. Pense, que quando a cabeça não pensa o corpo é que paga. Tenha calma, tudo tem o seu tempo, vai chegar o momento que você vai atingir a maioridade e eles não poderão mais te proibir de nada.

      Abs.

      Rita Maria

      Excluir
  20. Oi, Estou me sentindo muito mal nesses últimos tempos, vem sendo mais ou menos uns 8 meses,Meu nome é Steffany tenho 18 anos,sou uma pessoa alegre,sou de gostar das pessoas de cara,não ligo para aparências, ou classe social isso não me importa sou muito Humilde, Sou a segunda filha dos meus pais, sou eu e mais uma irmã. Logo no começo da minha adolescência eu descobri que minha mãe tinha tentado me abortar, eu nasci perfeita e eles pensavam que eu era um menino não fizeram ultrassom para ver meu sexo, quando descobri não me incomodei eu simplesmente ignorei, mais eu sempre tentei agradar meus pai em tudo qualquer coisa que eles pediam eu fazia,enfim tudo eu queria agradar, minha irmã sempre é contra mim tudo dela tem que ser melhor que o meu, se eu tiver alguma coisa melhor que a dela a da um jeito dos meus pais darem a ela uma coisa melhor que a minha, eu não me importava mais agora isso ta ficando sufocante, ela esta gravida e foi morar com o namorado meu pai tinha ficado muito bravo e ela falava absurdos do meu pai para os outros não falo muito com ela porque eu acho ela muito falsa, meu pai passou a mão na cabeça dela como sempre e ela saiu na melhor, mais agora ta todo mundo me desprezando, quando eu falo alguma coisa fingem que não tão escutando não dão importância e toda vez que eu falo com eles ela interrompe e fala da gravides, meu pai quer me dar um carro só que ele também quer dar um pra ela mais o dela tem que ser melhor que o meu porque eu não sei dirigir muito bem,essa é a desculpa deles, eu fico muito sozinha em casa a gente trabalha durante o dia e não tem ninguém para arrumar a casa então a gente arruma quando chega do serviço, trabalhamos todos juntos quando chegamos em casa a casa ta aquela bagunça coisa que eu não faço sozinha então meu pai e minha mãe sai pra algum lugar e quando voltam querem a casa arrumada como se eu fosse uma emprega se tiver uma coisa que eu deixei pra minha mãe fazer eu levo uma bronca daquelas, eu não sou muito de responder porque eu tenho medo do meu pai então engulo e guardo pra mim, tenho um namorado ele mora sozinho ele fica loco com tudo isso mais ele não quer que eu va morar com ele porque ele acha que estamos muito novos,eu não me sinto bem na minha casa parece que estou lá de favor, eles não conversam comigo, o pior de tudo é que eu nunca fiz nada para magoa-los eu amo muito eles mais não aguento mais essa situação eles fizeram uma casa para minha irmã e também compraram um apartamento para eles e para ela só que não ta pronto eles disseram que ia comprar um pra mim só que até agora nada.Eu escrevi tudo isso chorando eu quero muito embora de casa mais eu não tenho para onde ir mais não aguento mais essa situação, me sinto mal porque tem gente que não tem muita coisa e é feliz e eu fico chorando o tempo todo. Me ajuda tenho medo de ficar depressiva não quero isso pra mim. Desde já muito Obrigada responde no meu e-mail se der por favor steffanycarvalho17@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Steffany,

      Não fique remoendo coisa do passado de quando você era pequenininha. Você está com dezoito anos. Ainda bem, que você não é igual a sua irmã que fica dependendo dos seus pais para tudo. Com certeza os seus pais te amam, eles estão dando mais atenção a sua irmã porque ela está grávida. As coisas assumem a importância que nós damos a elas. Talvez, você esteja dando importância demais a determinadas situações corriqueiras que ocorrem em todas as famílias. Os pais gostam igualmente dos filhos, apenas dão mais assistência aquele que é mais inseguro e que eles percebem que precisam mais deles. Provavelmente, eles te acham forte e, por isso, acham que você tem capacidade de esperar mais, de aceitar mais, etc. Pense que, por um lado isso é muito bom, eis que, o dia que eles faltarem você vai continuar tocando a sua vida enquanto a sua irmã vai se sentir perdida. Continue sendo esta pessoa que você é que com certeza você será bem mais feliz.

      Abs.

      Rita Maria

      Excluir
  21. estava ficando com um menino ,e realmente estava gostando dele quando derrepente recebo uma noticia de uma amiga minha,que falou que a minha maior inimiga(que tinha me separado do meu ex-namorado) estava contando que esse cara em que eu estava ficando,tinha falado em uma festa que na verdade so estava ficando comigo por causa de carencia e que ele estava muito sozinho,e que na verdade ele gosta dessa minha inimiga
    eu sei que tem metade das chances dessa menina estar inventando isso so para me deixar triste e a outra metade em que esse cara que eu gosto,nao gosta de mim e so esta me usando por que eu sou muito facil
    oque sera que eu devo fazer?
    ja estou cansada de ser usada
    devo fazer vingança? se sim qual seria a melhor?
    espero as respostas urgentes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,

      Provavelmente toda essa história contada pela sua amiga a respeito do rapaz seja só fofoca, só que não temos bola de cristal para ver o que realmente está acontecendo. Assim, é necessário que você tome algumas providências. Em primeiro lugar, deixar de ser fácil porque laranja madura na beira da estrada tá bichada ou tem marimbondo no pé, ou seja, ninguém quer. Procure se valorizar, se imponha, mostre personalidade.Às vezes, é melhor estar só do que mal acompanhada. Quanto a vingança, eu prefiro usar o termo "fazer justiça". A melhor arma é o desprezo. Faz de conta que você não tá nem aí, não fica correndo atrás e se você vier a descobrir que ele realmente está agindo de má-fé com você, esqueça esse rapaz. Seja firme, levante a cabeça, empine o nariz, parta para outra e seja feliz!

      Abs.,

      Rita Maria

      Excluir
  22. Boa noite.
    Eu gostaria de desabafar um pouco.
    Sinto-me triste. Já namoro à quase cinco anos e adoro o meu namorado mas ele tem atitudes que eu não compreendo. Às vezes acho que ele ainda é um pouco criança e isso irrita-me. Ultimamente parece que já não tenho paciencia. Estou sempre a chatear-me com ele. Mas o pior não é isso. O motivo que me traz aqui ate hoje é o facto de detestar os pais dele. Eu não os aguento e sei que ele tambem não gosta das atitudes deles mas fica chateado na hora e daqui a pouco já passa e eu não consigo lidar com isso e estou sempre a dizer-lhe para não fazer isso e a dizer que eles são isto e aquilo. Estou a ser injusta com ele não estou? Mas eu não o consigo perceber os pais dele só o prejudicam e ele anda sempre atraz deles. Ainda para mais já tive discussões com eles e em algumas delas ele nem foi capaz de dizer nada. Não foi capaz de me defender. A ultima que tive prometi que deixaria de frequentar a sua casa e estou disposta a faze-lo. Desta vez ele defendeu-me mas no dia a seguir ja estava tudo bem. Como é que foi capaz de esquecer logo a briga que os pais dele tiveram comigo. Como é capaz de não fazer nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      A sua situação é um pouco complicada porque se você mais tarde casar com o seu namorado os pais dele serão parte de sua família. E, tenha os defeitos que eles tiverem, quando um filho ama os pais, e isto é o correto, nunca vai deixar de amá-los. Percebo que, talvez, o seu amor por ele já não seja tão grande, eis que, já não tem mais paciência com ele e o acha infantil. Acho que está na hora de você parar e refletir se é isso que você quer para o resto de sua vida: um marido chato e infantil com pais que te detestam. Isto não vai mudar quer você queira ou não. Portanto, pense bem e veja se vale a pena continuar essa relação. Procure construir a sua vida em terreno firme para que você possa ser feliz. Quando construímos nossa vida em terreno de areia movediça, a casa afunda.

      Abs.,

      Rita Maria

      Excluir
  23. Estou me sentindo tão sozinha, tão sem grana, parece que nada faz sentido pra mim :'(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      Você está sofrendo do mesmo mal que já contagiou mais de 90% da população, qual seja: dívidas e falta de grana. A falta de "grana" costuma causar uma certa depressão, já que, infelizmente, não se dá um passo sem dinheiro. E, aí, adeus diversão, tchau roupas e sapatos novos, adeus consumo. O meu conselho é o seguinte: tente arrumar um trabalho alternativo como vender cosméticos (Avon, Natura, etc.), bijuterias, roupas. Algo que te traga uma renda extra. Rapidinho você vai melhorar e encontrar motivação para seguir a vida.
      Abçs,
      Rita Maria

      Excluir
  24. OI , PRECISO DE ORIENTACAO HÁ ANOS TENHO MUITOS PROBLEMAS COM MEU MARIDO E CADA DIA FICA MAIOR VC PODE DIZER PROCURE UMA RELIGIAO JÁ FIZ ISTO FREQUENTO A IGREJA PRESBITERIANA PERTO DE MINHA CASA, MAS JÁ NAO SEI MAIS O QUE FAZER PERDI A VONTADE DE VIVER DIANTE DE TANTO SOFRIMENTO E SOLIDAO. MEU MARIDO BEBE CADA DIA MAIS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,

      A bebida é um vício muito difícil de ser curado. Precisa existir o interesse do viciado de abandonar o vício e, logicamente, o apoio da família. Existe o AA (Alcoólicos Anônimos) e remédios que se coloca na comida. Contudo, se ele não demonstra interesse em tentar deixar a bebida, infelizmente, quase nada poderá ser feito. Você diz que já frequenta uma igreja. Converse com o Pastor, exponha seus problemas e peça ajuda. Se realmente for uma boa Igreja, vai tentar fazer algo para te ajudar. Se não fizeram nada até agora, procure uma outra Igreja Evangélica. Ouço muitos casos que por interferência de Pastores tiveram solução. Nem vou te falar para conversar com o seu marido e expor o problema quando ele estiver sóbrio, porque você já deve ter feito isso e não teve resultado.
      Amiga, você tem três caminhos: 1 - conviver eternamente com este problema e pedir a Deus que te dê forças; 2- Pedir ajuda ao Pastor da tua Igreja; 3 - Separar dele por um tempo para ver se ele muda ou, se não mudar, separar definitivamente.
      Espero sinceramente que você consiga resolver essa questão.
      Abços.,
      Rita maria

      Excluir
    2. A Rita Maria tem razão, a pessoa precisa querer, agora, para querer a pessoa precisa entender que o alcoolismo é uma doença e como toda doença precisa de tratamento, e além disso a pessoa também precisa compreender que o nosso corpo é uma dádiva de Deus e nós devemos cuidar dele com o máximo zelo, a bebida em pequenas quantidades não traz mau a saude, nem a familia e nem a sociedade, de forma abusiva vai trazer consequencias sérias para quem faz uso, para a familia que normalmente se desfaz e para a sociedade visto que coloca a vida de outras pessoas em risco e serve de péssimo exemplo para os filhos, infelizmente é uma situação muito seria. mas não é brigando que se resolve, antes de tudo é necessário orar muito e depois conversar, com muita paciencia, pois, em via de regra o doente não aceita a sua condição e na sua otica ele não está doente, talvez até diga que vc está doente, aahh e falando nisso se vc resolver conversar com ele, é bom que ele entenda que ninguém é doente e sim está doente, isso significa que é uma situação temporária e pode ser revertida. Espero que tenha sucesso mas acima de tudo não deixe de orar e pedir que Deus guie suas palavras e suas atitudes.

      Excluir
  25. Eu não sabia com quem falar então procurei no google... Eu sou bem jovem (17) e namoro um garoto a 9 meses o que na minha geração é muito tempo. Nos conhecemos na escola, eu me apaixonei por ele no momento que o vi e ele disse o mesmo sobre mim, aos poucos eu fui descobrindo que namorar ele era bem mais difícil do que os outros namoros que eu tive.

    Pra começar ele tem um certo inicio de depressão, fala sobre se matar e que ele não merece o amor que eu o dou, que ele não sabe fazer nada e não tem interesse em nada só em ficar no computador o dia todo. Eu tento convencer ele a fazer algo mas geralmente nossa conversa acaba virando uma discussão. Ele vive dizendo que gosta de ficar sozinho e tem medo de me machucar, mas eu continuo correndo atrás não só por mim, mas porque eu tenho medo que sem mim ele realmente se mate. Os pais dele vivem julgando e o comparando com o irmão mais velho dele, esse é um dos motivos que o deprime, então talvez ele só tenha à mim.

    Eu não sei se eu amo ele de verdade, mas eu não consigo ficar longe dele, ele é muito importante pra mim não só como namorado, ele também é o meu melhor amigo e é pra quem eu contaria tudo isso se fosse sobre outra pessoa. Ele já me magoou muito e eu sei que vai ter mais magoa, mas eu não quero desistir dele assim fácil mesmo sabendo que se eu abandonasse ele, ele provavelmente não ia correr atras de mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriella,
      A vida, às vezes, nos coloca em determinadas situações sem saída em que não nos deixa opção. Contudo, este não é o seu caso, ou seja, você pode escolher o melhor caminho. Acho que o caminho que você escolheu não é o melhor. Eis, que, passar a vida ao lado de alguém que não trabalha e vive deprimido, não é uma boa escolha. Afinal, o que você pode esperar do futuro ao lado de alguém que não está preparado para vida? O que me surpreende é que para o computador ele não tem depressão. Eu acho que ele usa isso como desculpa para não fazer nada na vida. Porém, posso estar errada. Agora você é jovem e tudo é desafio, é belo, é maravilhoso. Será que você vai querer passar a sua vida ao lado de alguém que vive se lamentando e que você tenha que sustentar? Somos responsáveis por nossas escolhas. E o tempo é um juiz implacável. Portanto, você pode se arrepender da sua escolha e quando acordar para vida pode ser tarde demais. Eu não posso decidir por você. Só posso te mostrar os pontos negativos. Agora, a escolha é você que faz.
      Abs.
      Rita Maria

      Excluir
  26. Oi,tudo bem?
    Então,eu preciso muito desabafar mas não tenho ninguém! :(
    Eu tenho 15 anos,meu problema não é dinheiro ou namoro,acontece que eu sou uma pessoa que vive de passado...isso afasta todo mundo de mim... Quando era pequena sofri abuso por três homens,e em 2012 pelo meu padrasto.A minha mãe sabe,mas acha que inventei isso pra separar os dois... Dói muito ir dormir e meio que sentir a tristeza,sentir nojo,raiva... É como se quando eu deitasse na minha cama,e ouvisse aquela respiração,e alguém mandando eu não chorar e ficar quieta!
    Com o tempo percebi que os cortes aliviavam a dor que eu sentia,o medo!
    Eu só queria uma resposta,um "Porque ", porque comigo? Eu nunca fiz nada pra ninguém... Sempre tentei fazer o meu melhor,mas sei lá,talvez a vida não seja pra mim...e seja hora de desistir... De acabar com essa dor! Tenho nojo e raiva de mim...sou uma pessoa suja,não mereço a vida! Não quero a vida!
    Por favor,me diz o que fazer??
    Eu estou perdida... Mas desde já agradeço,simplesmente pela oportunidade de me deixar desabafar.Obrigada! :)

    Deus a abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      Apesar de tudo que ocorreu na sua vida, tente esquecer, passar uma borracha. Já passou, não deixe que o seu presente seja engolido pelo seu passado. Não importa os erros que cometeram conosco ou os erros que nós cometemos. Não existe motivo para você se sentir suja. Ainda que na vida tenhamos cometido erros, não há motivos para nos sentirmos suja ou sujo. É com os erros que aprendemos. Lembra da frase de Jesus?: "Aquele que nunca pecou que atire a primeira pedra." E todos foram embora porque, lá no fundo, todo mundo já havia cometido um pecado ou um erro. Viu, todo mundo se sentia um pouco sujo, por isto, ninguém atirou a primeira pedra. Foi ruim, foi. Foi traumático, foi. Mas, já passou. O importante e que podemos e queremos mudar a nossa vida e nos dar a chance de ser feliz. Portanto, feche a porta do passado e abra a do presente e a do futuro. Como dizia Chico Xavier: "Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim."
      Então amiga, comece agora a mudar a sua vida. Esqueça o passado porque há uma vida nova e feliz te esperando, é só você abrir a porta do presente.
      Beijos,
      Rita Maria

      Excluir
    2. OBS: Importante amiga, sempre que se sentir deprimida ou quiser fraquejar, faça uma oração. Pode ser o Pai Nosso ou qualquer oração que você saiba ou até mesmo com suas próprias palavras. Reserve alguns minutos e fale com Jesus. Eu garanto que ele vai te ouvir.
      Bjs.,
      Rita Maria

      Excluir
  27. Ola, eu tbm preciso muito desabafar. Tenho 26 anos, e tenho um filho de 10 meses. Estou num relacionamento ha 5 anos e meio. Fomos morar juntos assim que nosso filho nasceu, mas sem oficializar a união. Percebi que ele mudou bastante ha mais ou menos um mês, fazendo sempre questão que eu fosse para casa da minha mãe e eu acabava passando o fim de semana e ele ficava em casa. Enfim essa semana descobri que ele esta namorando uma menina aparentemente de 16 ou 17 anos tendo ele 30 anos. Isso esta doendo tanto neste momento, e o pior de tudo e que ele insiste em negar mesmo eu mostrando tudo que eu descobri, tentando me enrolar. Estávamos morando de aluguel, só ele trabalhando, enfrentando muitos problemas financeiros. Na ultima terça, antes de eu descobrir tudo, ele me disse que tinha que entregar a casa pois o aluguel estava atrasado, e teríamos que sair ate sábado. Eu concordei sem problemas e sem brigar, mesmo com muita dor no coração.Dai ele foi pra casa da mãe dele e eu pra casa da minha mãe. E neste momento eu estou me sentindo acho que pior do que uma mulher traída, estou me sentindo humilhada, jogada no lixo como não servisse pra nada. Pois tenho a impressão de que foi tudo de caso pensado, só pra ele ficar com essa moca que ele arranjou, e ainda continuar me enganando. Estou desolada pois agora estou aqui, com um neném, sem ter condições de sustenta-lo sozinha, e ainda nem tive coragem de terminar com esse homem que dizia me amar. Nao sei o que fazer. Ja pensei em me vingar e nao deixar que ele fique com essa menina, porque talvez ela tenha sido iludida também. Mas acho que isso vai me machucar mais ainda. Porque os homens fazem isso, porque gostam de nos ferir tanto. Ele podia simplesmente dizer que nao queria mais que nao dava mais certo, com certeza eu sofreria menos. Mas a maioria prefere assim, dizer que ama, como se soubessem o que e amor realmente, e em seguida, mentir enganar, ferir...e nem sentir peso na consciência por isso. Bom, de ualuer forma ja valeu o desabafo, acalmou um pouco meu coração. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      Infelizmente a maioria das pessoas preferem terminar relacionamentos desta forma do que encarar de frente. Independente da forma, o fim de um relacionamento sempre deixa uma das partes muito machucada. Não vale a pena querer se vingar, já que você é quem sofreria mais. Termine esse relacionamento de vez e toca a sua vida para frente. Não se sinta um lixo porque o único lixo que você tem que jogar fora o quanto antes é ele. Pelo o que eu pude perceber você é uma mulher guerreira vai conseguir enfrentar toda esta batalha, derrotar os inimigos (ele e a namorada) , não com armas, mas na classe e, ainda vai sair vitoriosa.
      Abs.,
      Rita Maria

      Excluir
  28. Nem sei por onde começar....

    Vivi junto com uma pessoa durante quase 8 anos,temos uma filha em comum,depois separamo-nos e cada um ficou a viver em sua casa,embora como ele trabalha fora do pais e esta um mes ca e outro a trabalhar,sempre que ele vinha ferias nos estavamos sempre juntos porque moravamos na mesma cidade.
    No ano passado ele mudou de casa e foi morar noutra cidade mais distante,embora nos viesse visitar,e passar uns dias comigo e com a filha,outras vezes vinha nos buscar e levava-nos pra casa dele.....entretanto descobri que ele tinha conhecido outra muher com quem passa tambem alguns fins de semana e fikei competamente destruida por dentro....
    Como fikei desempregada e estou com algumas dificuldades ele disse que o melhor seria morarmos juntos outra vez,ja alugou uma casa e as mudanças sao no final deste mes....
    mas sei que ele ainda continua a encontrar-se com a outra fulana....ja o confrontei e ele disse-me que ate a data estavamos separados e que nao deve satisfaçoes da vida dele a ninguem e para eu deixar de ser estupida...e que o facto de irmos morar juntos nao quer dizer que somos um casal....quando estamos juntos funciona tudo como casal e ele tenta sempre fazer-me todas as vontades....mas quando estamos separados parece k vira um estranho....e esta-me a fazer imensa confusao na minha cabeça!!!!
    Sera que ele depois de estarmos na mesma casa vai continuar a ver a outra?,sera que vamos funcionar como casal? sera que ele esta a fazer isto por pena de mim? se ele continuar a fazer vida de solteiro eu vou detestar....o meu coraçao anda apertadinho....preciso de encaixotar as coisas pra mudança e nao consigo fazer nada,ando sem energia,sem alegria,sem vontade para nada....eu gosto dele mas tenho duvidas em relaçao aos sentimentos dele.
    Eu sei k ele aparece para me ver,leva-me aos sitios que eu gosto,leva-me a jantar fora,oferece flores,oferece presentes,e tudo mais....mas quando vai embora tudo muda ,fica ausente,distante,bruto....e agora ele pedir para morar novamente juntos e estas reaçoes dele confundem-me totalmente.
    Ontem ele tinha voo para o congo e foi desmarcado,foi adiado para dia 14....o k fez ele hoje desligou o telefone e foi ter com a outra para passarem o fim de semana,sei isto nao k ele me dissesse pk nao o ia admitir,mas sei por portas travessas....
    tou confusa....por um lado quero ir e preciso ir morar com ele,por outro apetecia-me desistir de tudo.

    peço uma luzinha no fundo do tunel,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      Você está passando por uma situação complicada. Se você for pensar pela lógica, realmente, se vocês estão separados, o relacionamento casal e a obrigação de fidelidade deixa de existir.
      No momento você está precisando da ajuda dele e não pode se dar ao luxo de não aceitar. Quando for morar com ele você pode aceitar os presentes, passeios e jantares. O que você não deve aceitar é ter relações sexuais com ele enquanto ele estiver com a outra mulher. Não pense que você consegue conquistar ele se você ceder. Pelo contrário, você vai é incentivar para que ele continue tendo uma vida dupla. Para você ser respeitada por ele você tem que impor certos limites. Também, não deve se acomodar quando for morar com ele e deixar de trabalhar. Procure um outro emprego, aceite temporariamente a ajuda que ele está te oferecendo e, se ele não deixar a outra mulher você volta a morar sozinha. Entretanto, se ele deixar a outra mulher, tudo se acerta e vocês voltam a ser um casal. Enquanto estiver morando com ele não faça muitas cobranças, mas não ceda demais também. Tente estabelecer um equilíbrio. Mas não se esqueça, pelo menos tente, se não der certo você muda da casa dele e daí pra frente, pelo menos, você vai parar de ficar tentando e vai dar um rumo certo para sua vida.
      Espero sinceramente que tudo dê certo.
      Abs.
      Rita Maria

      Excluir
  29. Boom... Depois de ler alguns comentarios, decidi tomar coragem e desabafar... eu só queria mais carinho... queria ser amada do mesmo jeito que eu o amo... Sou casada a 3 anos... ainda não tenho filhos mas tenho vontade e ele tbm! Eu não posso reclamar muito dele mais é que eu só queria carinho... as vezes me sinto tão só... queria conversar mas ele não tem paciencia pra me ouvir... por isso estou aqui... trabalho em um lugar na cidade que sempre foi exelente mas que atualmente esta passando por muitos problemas aqui onde eu moro ta tendo muito desemprego e a loja não vende dependo disso pra ganhar meu salario... não é só a minha empresa são varias... mas eu estou passando por isso pela primeira vez e estou meio assustada.. e precisava desabafar.. colocar isso pra fora... brigada site por me ouvir...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      Não é só onde você mora que está tendo desemprego. Este fato está ocorrendo no pais inteiro em razão dos problemas econômicos que vêm afetando o povo. Talvez com a chegada do Natal as vendas melhorem. Quanto a querer mais carinho, converse com o seu marido e exponha o que você sente para ele, eis que, se ele não souber o que você está sentindo não tem como adivinhar e, depois entre marido e mulher não deve haver segredos. Se nos calamos para não incomodar, vai ocorrendo um afastamento e quando menos esperamos a relação vai esfriando e aí, não tem mais jeito.
      Um abraço,

      Rita Maria

      Excluir
  30. Bom dia,
    Estou realmente precisando desabafar, e gostaria de seu comentário sincero. Vou contar minha história.
    Eu e minha mulher estamos juntos há 7 anos (será que é a crise?) e há mais ou menos 1 mês descobrimos que ela está grávida. Eu estava enlouquecidamente feliz, era nosso sonho e tal. Acontece que alguns dias depois dessa maravilhosa descoberta, descobri por acaso, no celular dela, que ela estava tento um affarzinho com um cara de longe. Tentei me controlar, pela gravidez mas não aguentei e falei tudo. Conversamos ela se disse muito arrependida, disse que era só uma brincadeira para ela aumentar o ego e bla bla bla. Resolvi que o mais correto a ser feito era seguir em frente, uma vez que ela sempre foi direitinha e nada aconteceu além de conversas. Que ela me disse nunca terem sido sexuais, apenas umas brincadeirinhas. Enfim. Passou-se o tempo e ele procurou ela de novo, ela rejeitou, disse que me amava e achava o mais certo pararem com isso, pois ela não queria estragar um casamento. Tudo bem, eu tinha dito para ela, que queria que ela bloqueasse esse individuo de suas redes sociais, pois não quero ele por ali, ela disse que iria fazer, e não o faz. Quero saber o que você acha? Existe mesmo a chance de ela ter falhado e se arrependido e nunca mais vai falhar, ou estou condenado a daqui a pouco descobrir que eles voltaram a se falar? Tento não ser obsessivo com o assunto, pois afinal ela está gravida e não quero ficar incomodando ela, mas o fato é que queria conversar mais e sentir mais firmeza nessa decisão dela de seguir em frente. O que vc acha que eu devo fazer? Muito obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo,
      A sua situação é extremamente complicada, eis que, se por um lado existe uma gravidez, pelo outro existe uma traição virtual. Uma atitude deve ser tomada. Não há motivos para ela ficar mantendo uma relação, ainda que virtual, quando é casada e sabe das obrigações de um casamento. Distração? Brincadeirinha? Existe outras formas de distração e brincadeira que não seja brincar com o sentimento alheio e com a sinceridade que deve existir numa relação a dois. Se prometeu bloquear o indivíduo, porquê não bloqueia. Se você hoje aceitar uma traição virtual, amanhã vai se confrontar com uma traição real porque não tomou nenhuma atitude. Eu acho que você deve ter uma conversa seria com ela e exigir que ela tome uma atitude, pois quem cala consente. É melhor colocar tudo em pratos limpos agora para não se arrepender mais tarde.
      Abs.,

      Rita Maria

      Excluir
    2. Oi, um conselho de quem já passou por uma situação parecida. Talvez ela tenha procurado esse flete porque falte algo entre vocês. Mulher adora receber elogios ser mimada de carinho. Tente mandar mensagem de bom dia, deixar bilhetinhos apaixonados na geladeira. Sabe com o tempo o casamento vai acabando com o romantismo, fica rotina, sempre as mesmas coisas, geralmente o casal só conversa para resolver problemas, acaba aquele flete gostoso de começo de relacionamento. Então minha dica é essa, tente não deixar morrer a paixão, faça sempre coisas romântica, não precisa gastar muito como disse bilhetinhos românticos uma rosa na cama, um convite pra um cineminha, uma viagem romântica. Mas além de tudo isso seja parceiro, pergunte como foi o dia dela, escute ela falar sobre o dia dela, mesmo que seja repetitivo. Esteja onde ela estiver, não vigiando, mas conversando, ajudando. Se ele esta cozinhando fique do lada ofereça ajuda, lave uma louça, pique a cebola. Se ela esta na lavanderia lavando roupa ajude recolha as que estão no varal. Te garanto que se você estiver presente na vida dela, como namorado, amigo e companheiro ela não precisará de ninguém mais.

      Excluir
  31. Olá Maria, como todos os demais o q me trouxera ate vc foi a angústia. Tenho 33 anos sou casado ha 9,tenho 3 filhos.
    A razão de minha angústia é a mesma a 17anos,tempo em q comecei a me relacionar com minha esposa. Era muito jovem,me apaixonei de cara. Porém,ela não era pessoa q pensei q.fosse me casar. Eu sempre enrolo um pouco pouco pra chegar ao motivo de minha angústia, o meu problema é q nunca aceitei o passado amoroso de minha mulher. ela teve outros parceiros sexuais ajtes de mim e isso não me dá paz por tudo do tempo em q eestamos juntos.
    minhas crises vão e vem, agora estou em pleno momento de crise.
    Quando isso acontece perco a concentração,fico remoendo o mesmo pensamento, brigamos e eu jogo o motivo na cara dela.
    tenho pensado seriamente em separação,ainda não o fiz por razões financeiras. Sei q não existem receitas prontas q me farão aceitar o q não se pode mudar,mas preciso de ajuda. Peço a Deus q vc tenha uma palavra q possa me fazer melhorar, nao procurei um psicólogo, por vergonha. Grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo,
      Todo mundo tem um passado, uns escondem outros demonstram. Eu acho que ela foi muito sincera ao revelar o passado dela pra você e, isto, já deveria ser um motivo para você confiar muito mais nela e não viver desconfiando. Se você entendeu e passou por cima do passado dela porquê viver se martirizando com fantasmas do passado que já nem existem mais. Suponhamos que você poderia ter se casado com uma moça virgem e pura com um passado limpo e que no presente viesse a te trair e você nem soubesse O importante é que hoje ela te ama, te respeita e formou uma família com você. Se tem alguém com motivos para pedir separação, esse alguém seria ela que está tendo que suportar todos esses anos as suas desconfianças, brigas e etc. Se ela não pediu, isto só demonstra que ela te ama. Se hoje ela é uma mulher honesta, não há motivos para você viver alimentando esse monstro de pensamentos e medos que crescem dentro de você. Quanto mais você alimenta mais ele cresce e mais assustador ele fica. Você esta matando a sua chance de ser feliz e o que é pior, está fazendo ela infeliz também. Esqueça o passado, pois quem vive de passado é Museu. Viva o presente antes que seja tarde demais pra você se arrepender por não ter valorizado a pessoa que está ao seu lado.
      Abs.,

      Rita Maria

      Excluir
  32. Ola gostaria de desabafar com alguem,, pois nao tenho amiga ou amigo,, e triste falar isso mas e verdade, gente nao sei o q acontece,tenho 27 anos nao saio de casa qse q pra nada, me sinto como um monstro que as pessoas querem longe alguns vao dizer q e por isso q nao tenho amigos, pior que nao eu saia bastante e na epoca achava q tinha amigos, tem uma pessoa que eu gostava mais do que da minha propria irma, edo nada parou d fala comigo, mas o q mas esta me magoando e que uma pessoa falou ma de mim e a essa pessoa n fala mas comigo, mas eu sou besta de mais eu sei quem falou e qdo vjo as duas juntas da vontade de soltar a verdade ,mas nao quero q tenha mais briga pois essa outra pessoa e minha irma...vcs n sabe como doi ver as pessoas conversando ,mandando msg umas pra outras, e eu nao ter ninguem ,ando tao carente de amigo ,que choro com as coisas mais bobas que existe,,, bom obrigada a todos ,ha e cuidem dos seus amigos bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      Pelo que eu pude observar, você é uma pessoa ciumenta, claro que posso estar enganada. Talvez o seu ciúme acabe por afastar as pessoas de você, uma vez que, toda pessoa ciumenta também é possessiva e cobradora. Ninguém gosta de ter ao seu lado alguém que vive cobrando companhia e implicando com as amizades que a outra pessoa possa ter. Daí, as pessoas acabam se afastando de você. Tente controlar o ciúme e deixar que seus amigos e amigas possam ter amizade com outras pessoas porque ninguém é dono de ninguém. Voce vai ver que mudando a sua atitude as suas amizades, aos poucos, irão retornar.
      Abs,
      Rita Maria

      Excluir
  33. Sou mulher, e fiquei pela primeira vez com uma garota, e agora sinto algo que eu não entendo, um sentimento a mais do que apenas amizade. Mas estou muito angustiada, triste, pois sei que ela não é só de uma pessoa... Não sei o que fazer ou dizer, ela é bem distante de mim, mas por ser minha primeira, infelizmente, acarretou a esse sentimento... Terminei com meu namorado para ficar com ela, mas acho que não significa nada pra ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      Existem pessoas que entram na nossa vida só para desarmonizar e desequilibrar. Essa menina, na realidade, nunca quis nada com você e nem com ninguém. Entra na vida das pessoas só para testar o seu poder de desestruturá-las. Fica procurando pessoas carentes e fáceis de serem manipuladas. Ela tem o prazer de destruir relacionamentos porque nunca foi feliz nos relacionamentos dela. Coração e cabeça dos outros é terra que ninguém pisa. Portanto, mesmo que ela vista uma aparência de descolada e feliz, não é bem assim. Ela está no fundo do poço e quer carregar todo mundo com ela. Assim, aproxima-se de mulheres heteros para transformá-las em homossexuais e, quando atinge o seu objetivo, cai fora. Ela se diverte com isso, se satisfaz. Você não é homossexual porque sempre se interessou por homens e até tinha um relacionamento que deixou por causa dessa menina. Esse caminho que você está traçando para você é um caminho difícil, amargo e sem volta. Se eu percebesse que você era realmente homossexual, diria para você seguir em frente. Mas você não é, portanto, se insistir nesse caminho vai sofrer muito. Dizem que se conselho fosse bom ninguém dava, vendia. Contudo, vou te dar um conselho: retome a sua vida do antes de conhecer essa menina, apague esse capítulo da sua vida, vire a página e volte a ser a pessoa que você era antes porque, com certeza, você será muito feliz. Ainda está em tempo!
      Abços.,
      Rita Maria

      Excluir
  34. Olá!
    Tenho 29 anos e sou formado em Design de Produto desde 2007.Nunca trabalhei nessa área e nem tenho experiência de trabalho(nunca tive uma).Moro com pais,apenas o pai trabalha e a minha mãe é aposentada.
    Eu,de uma certa forma,quero muito poder eu mesmo ter meu próprio dinheiro e não depender de familiar algum.
    Eu gosto deles,mas acho que eles já fizeram muito por mim(ainda fazem algumas coisas como por exemplo,minha mãe que faz comida e lava minha roupa e meu pai que sustenta com o trabalho dele).
    E eu não quero continuar dependendo deles,gostaria de eu mesmo ganhar o próprio dinheiro.
    Mas e aí que começa a dificuldade.Para começar,sou anti social,nunca tive amigos,o que tenho no facebook são contatos de gente que estudou comigo em escola e faculdade e cada um tomou seu rumo,e eu fiz uma escolha que até hoje questiono se me formar em design foi a escolha certa,mas na verdade,nunca tive um amigo ou amiga,próximo(a) de mim,nunca namorei e só me decepcionei com garotas,nunca tive coragem para dizer a nenhuma o que sinto por medo de ser rejeitado.
    Porque tudo o que sei fazer é desenhar,jogar jogos de video game,e crio jogos em um programa chamado RPG Maker e não sei se tem alguém pelo menos daqui de onde moro(Sou de Vitória,ES) e praticamente não há nada que me interesse para fazer a não ser ficar em casa na frente do meu notebook ou jogando videogame.
    Vi um texto que dizia:"Se você não sabe o que fazer da vida,então sirva.Mas eu nunca gostei da ideia de servir a ninguém a não ser eu mesmo.Quero fazer tudo que eu puder para conseguir as coisas eu mesmo sem a ajuda de ninguém e esfregar na cara de todos que acham que alguém sozinho como eu não pode viver ou sobreviver ou ao menos atingir a felicidade.E o jogo que estou criando vai ser algo que quero provar para o mundo e para mim mesmo quem sou eu,e o que quero.
    O problema é que tudo que faço não rende dinheiro algum.Tenho canal no Youtube sobre jogos que jogo e crio e tudo que consegui até agora foi um único centavo.Publico ilustrações minhas feitas em um site chamado Deviantart quando posso,e ofereço um certo preço(tive que criar conta de banco para isso) e até agora,nenhum resultado.
    Tentei me inscrever em um site que disseram que aceitam tradutores,mas até agora nada(ninguém se interessou).
    Não sei o que faço para conseguir dinheiro,porque tudo que tentei não está funcionando.E quero eu mesmo conseguir esse dinheiro sem a ajuda ou auxílio de ninguém.Quero muito ter uma casa própria pequena com um só banheiro,um só quarto,uma só cozinha,sem nada de luxuoso,pois não sei se alguém teria interesse em conviver com um solitário feito eu.
    Não sei se alguém pode me ajudar e nem sei em quem devo confiar para me ajudar,se é que eu mereço ajuda,porque até agora na minha vida,sinto que não mereço nada,porque nunca consegui nada sem auxílio de pais.
    Não aguento mais isso,e cursos e coisas para estudar do tipo,eu gostaria de eu mesmo pagar,mas ninguém me paga pelas coisas que eu faço,e não quero jogar essa responsabilidade para os meus pais,porque eles já gastaram muita coisa por minha causa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo,
      Talvez seja duro o que vou te dizer, mas acho que você precisa ouvir: quem realmente quer não espera acontecer. Você se formou em 2007, ou seja, há oito anos e nesses oito anos não fez nada para contribuir para o seu progresso: nenhum curso de atualização, nenhum estagio ou emprego. Não tem namorada e nem amigos e reconhece que é anti-social. Você fez da internet a sua vida e agora culpa o mundo e os seus pais pela falta de sucesso. Não posso deixar de perceber que realmente parte da culpa é dos seus pais que continuam sustentando um homem de 29 anos ao invés de ter dado um veredicto na sua vida. Se eles tivessem feito isto, hoje você não estaria se lamentando. Agora, eu pergunto: Como conseguir ser social se você vive dentro de casa na frente de um notebook? Como conseguir trabalho se você só procura emprego na internet? Como conseguir dinheiro se você não quer servir?
      Você quer que o mundo venha a você e caia nos seus pés. Ninguém chega a General antes de ser soldado raso. Se você quer realmente resultado na sua vida, saia à procura de um estágio, um emprego. No início, qualquer emprego que você possa ganhar algum dinheiro para pagar as suas despesas e fazer algum curso de algo que você goste. Só assim você v ai conseguir viver em sociedade, fazer amigos e ter um futuro melhor.
      As minhas palavras podem parecer ofensas, mas não são não. Estou falando isso para o seu bem, te sacudindo pra você deixar de sonhar na internet e acordar pra vida.
      Abs.
      Rita Maria

      Excluir
  35. Tô passando por apuros com drogas e quero me livrar desse vício terrível eu já larguei mas sempre acabo voltando. Tô desesperada simplesmente não sei o que fazer. Não quero nem pensar em internação pois ia acabar me matando. Meu marido tbm usa e por isso já nos separamos mas como amo ele acabei voltando. Ele sempre promete que vai parar e nunca parou de verdade eu acabei voltando a usar por ver ele usando. Por favor será que tem algum jeito um remédio pra me fazer largar desse mal de vez. Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      Desculpe demorar tanto para responder. Só hoje vi o seu comentário e estou realmente chateada por não ter visto antes e te respondido imediatamente. Você já ouviu falar na Fazenda da Esperança? Eu acho que pelas suas tentativas sem êxito, a Fazenda seria a solução. Segue os endereços e contatos: Estado: São Paulo,Cidade: Guaratinguetá, Nome: Fazenda Mãe da Esperança (feminina), Endereço: Estrada Plínio Galvão Cesar, 2014 - Bloco A - Bairro: Jardim Aeroporto, CEP: 12512-305, Telefone: (12) 3128-6280, Email: guara.f@fazenda.org.br.
      Espero que te ajude.
      Abraço,
      Rita Maria

      Excluir
  36. Oi...isso é novidade pra mim...rasa.
    Vamos lá. ..tenho 31 anos...descobri que sou adotada aos 24 anos...Depois disso muita coisa se encaixou e descobri porque determinadas coisas aconteciam comigo ou deixavam que acontecece.
    Já estava casada desde os 18 anos.
    Hoje tenho uma vida relativamente tranquila. Sem os apertos que passei na minha adolescência.
    Acontece que fiquei acima do peso. ..isso mesmo..."gordinha". Meu marido fala que não se importar...que tenho saúde.
    Mas quando por algum motivo eu caio...ou me Machuco. ..começa.
    " VI TÁ GORDA...FICA CAINDO TODA HORA. ..POR ISSO QUE SE MACHUCA "
    A última. ..escorreguei em um piso superrrr liso...onde várias pessoas já quase caíram. Também já reclamamos com o estabelecimento sobre isso...que um dia acabaria machucando alguém.
    Pois...escorreguei...bati o joelho no chão. ..senti muita dor...liguei para meu marido pra avisar que ia demorar um pouco...pois não conseguia andar.
    ele ficou furioso no telefone...mandou eu ir.logo. .. cheguei a pedir pra me levar no hospital pra ver se não foi nada grave...ele começou a reclamar...me.chamar de gorda..que a culpa era.minha. ..
    falei do piso...que já reclamavam sobre o perigo...que não era só eu que tinha acontecido....
    resumindo. ..desisti de pedir pra levar pro. Hospital...no dia seguinte eum teria.mesmo uma consulta com ortopedista.
    ele ainda bravo...ficou brigando com nossa filha por nada...o resto da tarde.
    Estou desconaolada. ..me.controlando pra não chorar na frente da minha filha.
    Não fiquei gorda da noite pro dia...São 12 anos. ..da mesma forma que não vou emagrecer tBm.
    estava procurando alguém pra conversar. ..mas não consegui achar ninguém.
    Engraçado ...As pessoas sempre me procuram pra desabafar seu problemas. ..sou boa ouvinte. Mas depois que desabafam. ..Elas me esquecem. ..Talvez seja por isso que não consigo ninguém pra desabafar.
    sei que meu marido está passando por um momento difícil... Já falei pra procurar ajuda...e.parar de descontar na família. ..pois pode chegar um momento. ..que ele não vai mais ter.
    Não faço nenhum tipo de ameaça. ..que vou embora. ..Se par. .dar um tempo. Pois se isso acontecer vou fazer e não ficar falando.
    obrigada! Achei esse divã. ..escrevi mas ainda não sei como me sinto no momento. Qualquer coisa...volto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      Tenha paciência, é só uma fase que logo vai passar. Você mesmo reconhece que o seu marido está passando por problemas. Não desanime, tudo vai dar certo!
      Volte sempre, estamos aqui pra te ouvir e te ajudar.
      Abs.
      Rita Maria


      Excluir
  37. olá sou casada ha doze anos e ando meio frustrada,ha oito meses havia me separado,mas acabei voltando para o meu ex,em parte por amor e por causa do filho,em parte por que não gostei do que encontrei no mundo lá fora,pois sou uma pessoa um tanto conservadora e romântica,ele até tem tentado me agradar,mas as minhas questões de descontentamentos vão muito além,pois ele não consegue entender minhas questões de querer me casar oficialmente ,ser um casal que divide as finanças,nem sei quanto ele ganha e ele não sabe quanto ganho,é uma relação muito individualizada,pois ele sempre foge do assunto e prefere fazer panos futuros com a própria mãe com quem sempre trabalhou e sempre sou posta de lado nessa relação,é como se ela fosse uma espécie de amante,minha rival,está sempre concorrendo comigo e sempre ganha e ele parece não perceber isso.nos damos muito bem na cama e ele é um ótimo pai e muito bom companheiro pra viajar passear,se divertir enfim,mas em casa,sempre me deixa na mão,quando tento um diálogo ele nunca vê problema em nada, e pra ele tudo parece estar sempre perfeito,até acredito que ele me ama,mas é muito desligado das coisas de casa e de como um marido se comporta,isso me frusta por que eu o amo,mas já não sei mais o que fazer,depois da reconciliação ele tem tentado entrar mais na dinâmica da casa, pois antes usava o trabalho e a mãe como desculpa para sua falta de tempo pra ajudar em algo ou consertar alguma coisa dentro de casa,estou observando essa mudança,conversei com ele antes de voltar,mas isso já se repetiu muitas vezes e estou muito desgastada dessa vez,sem forças e se essa mudança não for verdadeira,acho que vou sucumbir,por favor me dê uma luz,por que não vejo muitas soluç~es para o meu caso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      Infelizmente, não existe “mar de rosas”, nenhum relacionamento é perfeito e sempre vai existir um “porém”. Ele tem mais qualidades do que defeitos e, nós, embora nos vejamos como pessoas perfeitas, também não somos. Você já teve a experiência lá fora e concluiu que o mundo lá fora ainda é mais imperfeito. Então, o melhor é continuar com ele e tentar mais uma vez ter uma conversa sem brigas, voz mansa e carinhosa, colocando os seus pontos de vista e ouvindo os pontos de vista dele. Se não surtir efeito, esquece e tenta se adaptar. “Ruim com ele, pior sem ele”.
      Abs.
      Rita Maria

      Excluir
  38. Oi...queria que estive ai agora. To triste, amargurada. Fui casada durante mais de 25 anos. Meu marido durante todo esse tempo nutria amor por uma ex namorada que por circunstancia da época fez a familia separa-los. Ha uns 5 ou7 anos voltaram o contato e ha uns 2 se reencontraram. Nesse tempo ele passou a me destratar, a não me querer, só vet defeitos...me humilhar Tentei esperar...de repente mudava...amei sozinha...Não aguentei a confirmação da traicao e sai de casa. Meus filhos adultos apoirsm devido meu sofrimento. Adoeci. E ha 6 meses apos sair de casa a dor me consome, as lembranças dolorosas permanecem, choro agora c tanta dor pedindo a Deus q tire essa dor, que me leve. Nem possibilidade de ter outra pessoa vuslumbro. Os homens a minha volta sao casados..e não tenho amigas solteiras,nem tpouco sei onde achar alguem da minha idade para tentar um relacionamento. Tenho medo desses sites. To na terapia..minha autoestima é baixíssima. Preciso de ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nina,
      Desculpe só te responder agora, mas tive uns problemas de saúde que me impossibilitaram de acessar o blog por quase um ano.
      Nina, do jeito que estava o teu relacionamento, não havia mais motivos para continuar tentando. Toda separação causa dor, mesmo quando a convivência não é boa. Quando deixamos a nossa casa ou um relacionamento parece que alguém, mesmo sem a nossa autorização, apagou uma grande parte de nossa história o que deixa um grande vazio. Olhamos para trás e vemos que tudo o que construímos virou escombros. Contudo, vejo que, às vezes, as nossas escolhas nos levam a construir amores em terrenos sem alicerceis. Você casou sabendo que ele era apaixonado por outra. O erro começou aí. Você tem o direito de sofrer, mas lembre-se que você contribuiu para isso quando aceitou ficar com uma pessoa dividida. Mas não adianta ficar chorando o leite derramado porque parar no tempo não vai fazer a sua vida mudar. Aconteceu, tudo bem, você já passou pelo luto do amor fracassado, agora segue em frente. Em primeiro lugar não coloque a responsabilidade pela sua felicidade na mão de outra pessoa. A felicidade tem que vir de nós mesmos. Portanto, você não pode querer se sentir infeliz por não ter um homem ao seu lado. De um tempo, faça uma excursão para um local que você gostaria de conhecer, existe na internet muitos pacotes de viagens em grupo. Assim, você faz novas amizades, se diverte e esquece o que passou. Outra opção e entrar para algum grupo de igreja ou fazer aula de dança de salão. Só não fique deprimida e se lamentando, levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima.
      Abs.
      Rita Maria

      Excluir
  39. Olá boa tarde..
    Gostei muito do seu post obrigada por isso, por ter esse Dom de ajudar..
    Sabe eu não sou muito de conversar, eu era,adorava conversar com meus colegas na escola sinto falta desse tempo mas nunca fui de desabafar com ninguém, nem mesmo com minha mãe pq ela nunca sentou pra conversar comigo sobre nada, a única coisa que lembro foi sobre menstruação e mesmo assim estava dando uma série de uma menina que mestruava.. Eu tbm nunca fui de conversar com ela pq tudo ela contava pra outras pessoas, daí eu não consegui ter confiança nela,eu tenho 3 irmãos 1 homem e duas mulheres que tbm nunca foram de conversar comigo e meu pai se é que posso chamar assim é separado da minha mãe, e nunca ligou pra mim nem mesmo depois que meu filho nasceu.. Minha mãe é separada dele desde quando eu tinha 3 ou 4 anos e hoje tenho 19 e nunca tive oportunidade de conversar com ele como gostaria, lembro que mais nova ganhei uma bicicleta dele acho que tinha 7 anos,minha mãe diz que se separou dele pois batia nela, mas recebi pensão, só nunca tive oportunidade de conversar realmente, tveza uns 2 anos atrás eu vi ele pois era aniversário da minha avó mãe dele e fomos lá fazer uma visita e ele não sabia que estávamos lá, mas quando ele chegou eu estava no portão com meu filho, quando ele saiu do carro e me viu ele entrou de volta e ficou lá até a mulher dele voltar (ela falou com todo mundo) e foram embora.. Desde aí ele,não a mulher dele,tentou se comunicar comigo pelo face mas eu dei uma resposta mal criada para ele.
    Isso é sobre minha família que nasci, agora a família que Deus me deu eu agradeço muito mas eu não estou sabendo cuidar que é meu filho e o pai del.
    Sabe eu engravidei tinha 16 anos ele nasceu quando eu tinha 17 e assim eu fiquei louca quando descobri que estava grávida, mas não abortei pois não gosto dessas coisas,eu fiz então é meu Deus me deu.
    Conheci o pai dele através de uma amiga que tive,não somos mas amigas pq ela ficava dando selinho nele e cheia de gracinha isso pq ela namorava o irmão dele que é meu cunhado, só Jesus na causa muito piripiri.. Mas sobre essa história eu nunca contei pra ninguém também a não ser para o pai do meu filho, eu disse tudo o que queria dizer sobre essa história a ele e ia terminar com ele, mas ele pediu desculpas e disse que jamais faria uma coisa dessas com maldade que ele amava o irmão dele antes de qualquer coisa, que se fosse necessário se mataria pelo irmão e tals, e até hoje é assim é realmente eu comecei a ver quem ele era pelo jeito em que a família dele agia e sempre foi com muito carinho,mas a mãe deles com eles do que o pai, e então eu já conhecia ela via que queria acabar com meu relacionamento e via que ela traía meu cunhado tbm,via o modo como ela tratava ele é tudo, e resolvi me afastar dela,desde aí começou a ter uma perseguição que Deus me livre foi terrível, hoje em dia eles não estão mais juntos, mas ela está namorando muito bem Graças a Deus que bom por isso é meu cunhado também.
    Ela foi a única pessoa que foi minha amiga, mas ao mesmo tempo não porque eu ajudava ela aconselhando e tal vivia na casa dela, mas parecia que ela só queria crescer pisando em mim que desisti da nossa amizade.
    Hoje em dia não consigo confiar fácil em ninguém, sou muito fácil de me apegar as pessoas e gostar mas como estou sem emprego, já acabei meus estudos, moro longe da minha família que por mais que não conversem comigo me sinto bem em estar perto é ruim sabe.
    eu não converso direito com as pessoas, não sei dialogar direito com ninguém, fico muito sozinha, o pai do meu filho trabalha e ele vai para a escola, passo a maior parte do tempo sozinha, moramos perto dos pais dele mas minha sogra trabalha muito, meu cunhado tb,não gosto de ficar na rua pois não sei conversar tenho vergonh.
    Já saí por aí espalhando currículo e até agora nada..
    Continua...

    ResponderExcluir
  40. Continuação....
    Sabe está muito difícil, o pior é não ter ninguém só pra simplesmente conversar isso me abala mas ainda, fico pensando muita besteira o tempo todo, não me dá vontade de fazer nada só de se matar,tá ruim demais estou nessa vida inativa vai fazer 3 anos no primeiro ano foi quando meu filho nasceu então como não tinha ninguém para me ajudar a cuidar dele cuidei sozinha, no segundo ano eu acabei de concluir meu ensino médio pois assim que engravidei parei pra cuidar do meu filho e estudava a noite pois quando o pai dele chegava ficava com ele pra mim ir para a escola e esse ano estou assim tentando arrumar um emprego, mas não tenho experiência,não sei conversar, só tenho dois cursos básicos por condições financeiras e está difícil, já espalhei currículo tudo quanto foi lugar e nada até agora.. Estou muito mal o que acha que devo fazer?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      Não desanime, não se sinta tão frustrada por não conseguir realizar os seus sonhos, problemas todo mundo têm, mas temos que tentar superá-los. Se você ler todos os comentários aqui do blog você vai ver que existem problemas muito maiores. Você tem um filho e um marido que te ajuda. Existem pessoas que não conseguem ter filhos e outras que o marido abandonou. Contudo, entendo que a falta de perspectiva para realizar o que desejamos provoca um desanimo muito grande. Arrumar emprego está realmente muito difícil. A minha sugestão seria você tentar alguma atividade que você pudesse trabalhar em casa até conseguir um emprego melhor, por exemplo: manicure, fazer quentinhas, salgados ou doces e oferecer no comercio, vender bijuterias, aprenda a fazer empadinhas e venda para os vizinhos ou então descubra alguma coisa que você gosta de fazer e que possa ganhar dinheiro.
      Espero ter ajudado.
      Abs.
      Rita Maria

      Excluir
  41. Oi, tenho muita dificuldade para contar sobre a minha vida a alguém, tenho muitas amigas, mas não consigo falar sobre isso, fui casada por dez anos tive filho e durante esses anos sofri bastante, fui traída inúmeras vezes e humilhada, ao longo do tempo me relacionei com uma mulher pela primeira vez e acabei por me separar, por ela eu senti coisas q nunca senti antes, passei 1 ano com ela enquanto ainda era casada e hj estamos juntas a 2 anos, boatos surgiram sobre nós duas por toda parte, família, alguns conhecidos, mas sempre negamos, poucas pessoas sabem de fato sobre nosso relacionamento, os boatos persistem e me deixam muito mal, fico arrependida, triste, desencorajada, etc. Com tudo isso acontecendo meu ex marido passou a me pedir p voltar pra ele, se humilhou, pediu perdão, eu tenho certeza q não o amo, mas qd paro e visualizo minha situação na família e financeiramente, pq com ele eu tinha de tudo, agr não tanto, eu penso em abrir mão da minha felicidade, por meu filho e pela família. Se puder me responder eu serei grata, pois estou muito confusa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      O fato de você ter se envolvido com outra mulher, não foi por gostar de mulher, mas por ela ter surgido num período em que você estava desacreditada dos homens. Ela te deu apoio emocional na hora que você precisava e, daí, você confundiu tudo. Muitas vezes, quando estamos frágeis, tomamos decisões que podem prejudicar o resto de nossas vidas. Não falo isto por preconceito, mas por perceber que, no seu caso, essa mulher chegou na hora errada ao ponto de influenciar na sua opção sexual. Se você fosse realmente homossexual, não ficaria arrependida e triste e já teria se envolvido, mesmo antes de conhecer o seu marido, com outras mulheres. Penso que você pode até não dar uma segunda chance para o seu marido, se você achar melhor assim, mas acredito que essa relação homossexual também não deve continuar porque também não te fará feliz. Conclusão, ou você volta para o seu marido, ou então fique sozinha até encontrar um homem que possa te fazer feliz. Não é porque o teu ex-marido te traiu que todos os homens irão fazer o mesmo. Reflita, tome uma atitude e seja feliz!
      Abs.
      Rita Maria

      Excluir
  42. Eu sinto saudade do tempo q era mais feliz...que me sentia completa! Não entendo p q a vida muda de repente os rumos das coisas e a gente é levado no meio de um furação! Tô me sentindo sozinha! Saudade do meu amor! Chamo ele pra conversar mas parece que já não falamos a mesma língua! Só queria poder fechar meus olhos novamente e dormir tranquila, acordar e viver os dias mais lindos.

    ResponderExcluir
  43. Eu sinto muita vontade de falar com alguém, mais sinto dificuldade de conversar com alguem que me conhece porque eu ja sei as respostas. Eu tenho 28 anos sou casada a 12, quer dizer moramos junto a 12 anos, pois como meu marido gosta de dizer não assinamos nada. Eu tenho dois filhos uma menina de 10 e um menino de 07, agradeço a Deus por eles serem saudáveis e bem educados. Me considero uma pessoa esclarecida, sou uma pessoa elogiada no trabalho pelo meu comprometimento, apesar de meu salario ser uma "merreca". Meu casamento nunca foi um mar de rosas, acho que brigamos desde o inicio, porem o tempo foi passando e as brigas vão piorando com o tempo. Tem épocas que convivemos bem, mais tem dias que é um verdadeiro inferno. Ele é extremante autoritário, grosseiro, me humilha de formas inimagináveis, eu trabalho o mês inteiro e chega o final do mês ele fica com todo meu salario, eu já pensei em dar um basta nisso tudo mais não consigo, tem épocas que a unica coisa que eu desejo é morrer, sinto que sou insignificante, tem dias que eu passo o dia inteiro imaginando como eu poderia morrer, e tem dias que eu fico o dia todo imaginando como eu poderia mata-lo. mais eu não sou capaz de nenhuma das duas coisas, não tenho coragem de tirar minha própria vida, sou uma covarde, não tenho coragem de mata-lo porque afinal o que eu faria depois sem ele. Eu tenho certeza que mereço tudo que estou passando pois sei que deveria me separar e viver minha vida mais não tenho coragem de faze-lo. Hora é porque ele me ameça em não me deixar levar as crianças, hora é porque o que eu ganho mão me possibilitaria viver sozinha, hora é porque eu quero ter uma família, eu cresci sem pai, sai de casa ainda menina e minha mãe sempre esteve distante, eu queria que ele visse quantas possibilidades que temos de sermos felizes, temos dois filhos lindos, casa própria, trabalhos estáveis, não nos falta nada, saímos ao finais de semana ( só para os lugares que ele quer, e na maioria das vezes um sem falar com o outro, mais temos a possibilidade de sair), Eu queria que a gente fosse um casal que conversasse sobre tudo, que risse, mais a gente só se fala o necessário, ele nunca me perguntou sobre meu trabalho, sobre minhas vontades ou qualquer outra coisa, sempre impôs seus gostos e suas decisões. Não sei qual foi a ultima vez que nos beijamos a já não me lembro mais. Eu não tenho outra pessoa e tenho certeza que ele também não tem, então não entendo porque não conseguimos salvar nosso casamento. Eu já estou farta dessa situação e sei que ele também. E assim vivemos um dia apos o outro esperando que uma solução caia do céu. Eu sei que só nós podemos resolver essa situação, mais não sei se não consigo ou não quero resolver. Me sinto extremamente infeliz, mais sei que também
    não vou ser feliz sem minha família. Se eu morresse tudo estaria resolvido, mais e meus filhos como ficariam??? Meu Deus como é difícil viver. E assim eu sigo sem nenhuma perspectiva de ser feliz um dia...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      A sua situação é bem complicada. Você sabe que ele não vai mudar e se você não tomar uma atitude, não vejo possibilidade de a sua vida mudar. Não entendo por que você tem que dar o dinheiro do seu trabalho para ele quando deveria ser o contrario ou, pelo menos, cada um ficasse com o seu. Ele usa a opressão para te amedrontar e você aceita. Já que ele não muda quem tem que mudar é você. Tente conversar, com calma, e mostrar para ele a sua insatisfação e se ele te agredir vai à Delegacia da Mulher e pede ajuda, só não se acomode. A escolha de querer continuar vivendo assim é sua. Você conhece o problema, sabe qual é a solução. Não há necessidade de morrer para ser feliz, no seu caso, basta eliminar o problema, ou seja, ou ele te ouve e muda, ou você cai fora desta situação para ser feliz. Não há outra solução.
      Abs,
      Rita Maria

      Excluir
  44. Estou passando por uma situação terrível com minha esposa. Desde o início da nossa relação tenho feito tudo da maneira mais correta possível. Dou a ela toda atenção, temos uma vida sexual ativa e satisfatória para ambos. Passeamos juntos, temos uma verdadeira cumplicidade. Pelo menos até agora. Descobri que ela vem trocando mensagens pelo whatsapp com um homem. Todos os dias eles conversam, ele sempre tecendo elogios a ela, e ela dando cada vez mais espaço. Até hoje não falei nada pra ela, mas já havia passado por isso em outro relacionamento e no final descobri que a pessoa me traía. Morro de medo de passar por isso de novo e minha esposa sabe do trauma que passei por esse tipo de coisa. Não sei o que faço, a amo demais e não quero acabar com o casamento. Mas isso está me sufocando. Gostaria de sua opinião sobre o que devo fazer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo,
      Vou repetir aqui o mesmo conselho para um comentário igual ao seu aqui no blog:
      “Existe uma traição virtual. Uma atitude deve ser tomada. Não há motivos para ela ficar mantendo uma relação, ainda que virtual, quando é casada e sabe das obrigações de um casamento. Distração? Brincadeirinha? Existe outras formas de distração e brincadeira que não seja brincar com o sentimento alheio e com a sinceridade que deve existir numa relação a dois. Se você hoje aceitar uma traição virtual, amanhã vai se confrontar com uma traição real porque não tomou nenhuma atitude. Eu acho que você deve ter uma conversa seria com ela e exigir que ela tome uma atitude, pois quem cala consente. É melhor colocar tudo em pratos limpos agora para não se arrepender mais tarde”.
      Abs.
      Rita Maria

      Excluir
  45. Boa noite.. não sei se esse blog ainda funciona.. mas navegando pela net a procura de um lugar para desabafar acabei caindo aki.. Tenho 23 anos e acabo de sair de um relacionamento.. Faz 3 meses que ele terminou comigo.. e ainda sinto mto a sua falta.. nos falamos sempre pelo whatsapp ele diz que quer ser meu amigo que não quer se afastar de mim por ser a pessoa que mais conhece ele.. Mas ainda sou mto apaixonada por ele.. namoramos por 4 anos e 5 meses.. um dia ele resolveu terminar por dizer que ja não sentia mais amor so carinho.. Eu fiquei mto mal.. ate hj ainda choro mto.. não sei o que fazer com o sentimento que ficou em mim.. Não quero parar de falar com ele por que preciso estar próxima a ele mas toda vez que ele diz que vai sair com os amigos passo a noite chorando.. me sinto vazia.. como se ele tivesse levado parte de mim quando foi embora.. todos os dias eu choro lembrando da nossa vida juntos e ainda não entendo o por que dele deixar de me amar..
    Ana T.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana,
      É melhor que você se desligue aos poucos desse rapaz e comece a sair e conhecer pessoas novas. Ele pode ter conhecido alguém e ter dado essa desculpa para manter você por perto e garantir que se algo não der certo, ele tem você para apoiar. Não vale a pena chorar por quem não nos ama mais. Você tem uma vida pela frente e, certamente, encontrará alguém que te ame de verdade e te valorize.
      Abs.
      Rita Maria

      Excluir
  46. oi...
    nossa tanto desabafo, tanta dor, tantos sentimentos confusos, que fico a pensar que os meus problemas são medíocres...mas neste momento preciso também tirar este peso de cima, entregar estas minhas palavras a fim de ver se alivia um pouco mais...
    Nunca tive uma vida feliz, se me perguntam porquê, nem eu própria sei...tinha tudo para ser feliz...pais maravilhosos, primos, tios resto da família maravilhosos, amigo...tinha tudo menos a felicidade, sempre me acompanhou uma tristeza muito grande. Acho que o fato de ser gordinha nunca tive a auto estima para cima talvez fosse por isso que me sentia triste muitas vezes...gordinha e filha única não é uma boa combinação acreditem...sempre fui uma pessoa que mesmo assim sempre lutei pelos meus sonhos mais a nível profissional do que amorosos pois esses eram um desastre...a minha vida amorosa nunca foi fácil, mas tenho sobrevivido...neste momento encontro-me com 35 anos vou já a caminho dos 36 e mais uma vez estou perdida sem rumo. no espaço de 4 anos Já vivi junto, ja me separei, já engravidei dessa pessoa, já abortei...entretanto conheci outra pessoa, vivi junto, já me separei, desta vez não engravidei, mas estive junta com um homem que não quer assumir a sua verdadeira natureza sexual, eu apenas servi para tapar os olhos aos pais dele, não digo que ele tinha um carinho por mim mas faltava algo...e cá estou eu começando novamente, conheci uma pessoa, não tou vivendo junto, mas em 3 meses já tentei me separar pelo menos 3 vezes (discussoes) e o resultado são ameaças de que se vai suicidar, que a vida dele sem mim não tem significado, mas o que é certo é que ele exige tempo de mim que eu infelizmente não tenho, quer que eu esteja sempre com ele...mas eu não consigo tenho 2 trabalhos um deles nocturno, saio muitas vezes de manha e vou direto para o outro ou então saio e vou dormir umas horinhas para depois fazer o outro, depois tento dar apoio sempre que posso a uma prima que está no hospital, fora dar atenção a pais e família que está emigrada noutro país e agora estão cá de férias...estou esgotada...não sei que fazer...em vez de emagrecer meu corpo esta a engordar porque só como porcaria, não tenho alimentação equilibrada, não pratico desporto...sinto.me num buraco sem saída..não vejo a luz ao final do tunel...queria neste momento estar sozinha, não percebo se as ameaças deles são reais, não tenho forma de saber porque como estou a trbalhar não tenho forma de ir ter com ele....que faço meu Deus....bem quem quer que esteja desse lado a ler o meu desabafo obrigada por me ouvir...um dia eu espero que a felicidade chegue até mim e aos meus mais que tudo!!! obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      A sua vida é uma avalanche! Mas chegou a hora de você parar e refletir. Talvez a falta de reflexão, as escolhas e tomadas de decisão sem medir as consequências, tenham contribuído para sua vida ser tão atribulada. Essa pessoa que está contigo já percebeu a sua fraqueza e fica usando de ameaças para te manter atrelada a ele. Cão que ladra não morde. Observe mais as suas escolhas. A felicidade nunca vai chegar até você se você não contribuir para isto. Portanto, comece a se desligar de coisas e pessoas que estão abusando da sua bondade e pense mais em você, comece a fazer o que você gosta e não o que as pessoas querem que você faça. Só assim você poderá encontrar a felicidade.
      Abs.
      Rita Maria

      Excluir
    2. Muito muito obrigada por sua resposta....nossa vim agora ao seu blog passado este tempo todo e foi realmente uma surpresa boa encontrar a sua resposta. Felizmente a minha vida teve uma pequena evolução no sentido em que neste momento já não trabalho de noite, já so trabalho no meu segundo trabalho, já fui à procura de ajuda através de uma nutricionista, já me inscrevi no ginásio, inclusive já fiz umas aulas que me partiram toda lol pouco a pouco estou fazendo o que me aconselhou que foi cuidar de mim.
      No aspecto romântico, as coisas ainda continuam complicadas. As discussões pioraram, eu tive reações como eu nunca tinha tido com mais homem nenhum, ele consegue me destabilizar e mexer com o meu sistema nervoso de tal forma que já me magoei tudo, mas sabe a dor fisíca já não me dói, o que dói sim é a dor psicológica. Neste momento afastei-me por completo, esta semana fugi para a casa dos meus pais só para me afastas mas ele continua todos os dias a massacrar-me literalmente psicologicamente a dizer que se eu não ficar com ele que vai se matar, fora outras coisas que envolvem quem está mais próximo de mim, nomeadamente a minha família. Já não nos vemos há pelo menos 2 semanas e sinceramente não tenho vontade nenhuma de ver-lo, só de pensar dá me nojo. Eu sei que isto não é normal, mas eu não consigo pensar em homens, na rua nem olho para ninguém, isto porque ele também era muito ciumento e de vez em quando fazia filmes. Nossa Sabe é muito difícil, todos os dias estar com isto e não ter ninguém com quem desabafar e já nem saber que fazer é muito duro e pergunto me que mal fiz eu para estar a passar por isto....Eu já lhe disse que agora quero estar sozinha, mas começa logo com as chantagens....eu só quero paz e tranquilidade. bem não a massacro mais com o meu problema. Fico-lhe eternamente grata por me ter ouvido...obrigada de coração

      Excluir
    3. Amiga,
      Fico feliz em saber que você já começou a ter atitudes para mudar os rumos de sua vida. Não tenha pressa em obter resultados. Na vida primeiro plantamos para mais tarde colher. Quando temos pressa, colhemos antes de amadurecer e, aí, o fruto está verde e não está pronto para ser saboreado. Continue firme nas suas decisões. Sempre que precisar estou aqui para te ouvir e ajudar dentro do possível. Tenha fé em Deus e ore bastante.
      Abs.,
      Rita Maria

      Excluir
  47. Bom decidi também deixar meu relato aqui..pois não sei a quem recorrer o que fazer. Tenho 25 anos e uma vida boa, trabalho ganho um salário médio, moro com meus pais..ambos tem problemas de saúde minha mãe teve avc quando eu era bebê e hj tem algumas sequelas e meu pai é cardíaco, já infartou, teve avc, passamos uma barra com ele internado...Mas graças a Deus estão bem...tenho dois irmãos mais velhos..casados...é namoro a 8 anos.
    Mas mesmo assim..não sei o porque me sinto muito mal, uma fracassada, vejo todas minhas amigas em grandes multinacionais ou casadas, tenho muito problema com dinheiro...não sei como mas gasto muito...tenho muitas dívidas...meu namorado me ajuda muito..faz de tudo por mim...já gastei boa parte do dinheiro dele pra pagar minhas contas. Me sinto muito mal por isso...ele é muito bom pra mim..Mas as vezes fala que não podemos casar porque não tem dinheiro...que ele tem muitas dívidas..que nunca tem dinheiro. E eu sei que é verdade tudo isso..Mas me sinto culpada pois fui eu que gastei td. Me sinto mal tbm porque não bebo..não gosto de sair..de festas..sou caseira..gosto de shopping e tal. Mas meus irmãos me julgam muito por eu ser assim antisocial. Fico triste pq td que faço na vida é pra agradar os outros..não aguento mais isso..quero ser do meu jeito fazer o que quero..não ligar pra opinião dos outros...Mas não consigo..então escondo tudo de todos...afinal eu tenho a vida boa. Pra que estar assim? Vão me julgar e dizer que é frescura. Mas eu não quero mais morar com meus pais...eu amo eles..Mas preciso de liberdade..preciso que me deixem sem ficará julgando tudo que faço..sem me comparar com ninguém. Choro muito...todas as noites...me sinto um lixo..queria morrer...já planejei fugir várias vezes..Mas não tenho coragem pelo meus pais terem problemas. Meu namorado é diferente de mim..diz que eu aceito muita coisa..que ele vai brigar vai xingar...que eu sou tonta. Não sei o que fazer...com quem desabafar..pq me sinto assim...só queria mesmo fugir da minha vida...das minhas contas...queria ser autêntica e não trouxa dos outros...queria deixar de ser tão boazinha...Mas não consigo e isso me mata por dentro cada dia mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      O seu maior problema é a sua relação com o dinheiro. Você diz que não sabe como você gasta, mas no fundo sabe. Se você quer realmente uma solução para sua vida, a primeira é parar de gastar. Acabe com todos os cartões de créditos, pegue um caderno e anote todos os seus gastos do mês, todos mesmo, até o suco que tomou na loja da esquina. Comece a cortar todas as futilidades tipo: comprar roupas que não precisa, sair para comer fora, etc. Enfim, só vai gastar o extremamente necessário até pagar todas as dívidas. E, depois de todas as dívidas pagas, continue anotando as despesas normais no caderninho, deixando sempre uma reserva para colocar na poupança. Se as suas amigas são bem-sucedidas e felizes é porque sabem administrar bem suas vidas. Se você quiser mudar a sua vida e a do seu namorado, casar e ser feliz aceite a minha orientação. Agora, se você quer ter uma vida medíocre para sempre, continue gastando.
      Acorda! Aproveita enquanto é tempo, ou você vence esta batalha contra o consumo ou o consumo vai te consumir!
      Abs.
      Rita Maria

      Excluir
  48. Gente me ajudem pfvr! Converso com uma pessoa há 1ano e já criamos uma intimidade muito grande mesmo, nos tratamos como se fôssemos namorados, mas nunca saímos a sós, encontrei ele em uma festa de um grupo q participamos, depois disso nunca mais o vi pessoalmente apenas conversamos pelo wpp, só que há um problema ele tem um filho e uma mulher e moram na mesma casa, só que eles vão se separar pq o relacionamento não vai nada bem e não há mais amor entre eles, o problema é q tenho muito ciúmes deles e sempre o cobro perguntando quando ela vai embora e ele disse q ela mesmo falou q quando arranjar um emprego vai embora. Só que agora to morrendo de ciúmes dele não pela mulher dele mas por uma ex namorada do amigo dele, ela é muito bonita e eu pra vigiar ele criei um perfil fake no instagram e adicionei essa mulher e vejo todas as fotos q ela posta e ele sempre curte as fotos dela de biquine, e ela tem seios fartos e faz questão de postar fotos provocantes e justamente essas fotos que ele curte, e ele é fascinado por mulheres q tem seios grandes e eu não tenho, os meus são bem pequenos e fico morrendo de ciúmes por isso. To super chateada com ele e resolvi que não quero mais ter nenhum tipo de contato com ele, e antes de parar de falar com ele quero falar tudo q tá engasgado na garganta, vou começar perguntando se ele teria coragem de ficar com a ex do amigo e vou começar a dar de entender q eu sei que ele curte foto de mulheres e por fim vou falar q não quero mais ter contato com ele e que nos nunca iamos dar certo! Acredito q ele tem um queda por ela, e sei q conversão pelo wpp, pq no início quando começamos a nos falar ele me mandou um print de uma conversa deles, não lembro todo o conteúdo da conversa mas ele fala assim: fulana o Marcelo sabe que vc fala comigo, ele não vai ficar com ciúme? E ela dizia: relaxa não estamos falando nada de mais e ele sabe que converso cntg. Então por isso, creio q eles conversam. E agora que ela tá solteira.. E ele é louco por sexo, chegou a me dizer uma vez q fazia todo dia com a mulher. Então fico pensando em toda essas coisas e começo a odiar ele. Pfvr gente o que devo fazer com toda essa situação? Será que tô sofrendo a toa por uma pessoa que diz q me ama, gosta muito de mim e fala ainda q quando se separar vai me pedir em namora, mas como me conheço sou uma pessoa muito ciumenta e não ia tolerar essas coisas e agora o que eu faço gente????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      Abre o olho! Esse homem é cheio de histórias. Os homens quando querem enganar uma mulher sempre inventam essas histórias de que estão se separando e blá,blá, blá... A mulher dele nunca vai arrumar um emprego porque isso tudo é invenção. Se ele realmente te quisesse, sairia com você, não ficava só conversando no wpp.
      Esquece esse homem ou vai acabar se decepcionando. Você esta perdendo o seu tempo.

      Abs.
      Rita Maria

      Excluir
  49. Estou casado a 16 anos,trabalho a 34 anos,sempre desde que nos conhecemos tomo um aperitivo nada que atrapalhe o nosso relacionemento mem o trabalho, nunca brigamos seriamente por motivo algum.estou desempregado e isto me deixa depressivo em função da minha idade, mas ela segura as pontas como pode, desde o lado financeiro ate o de realacionamento,mas a coisa ficou serio um dia que um fofoqueiro viu eu fazendo uma manobra arrisda na moto de contou para ela.Essa mulher endoidou reconheço talvez preocupada comigo, mas de uma forma que nunca vi antes ela chegou a puxar uma faca ,tomei a faca dela e fui embora para evitar mais prrblemas.Resumindo acabamos voltando so que as coisas não são mais as mesmas.Ela me proibiu de colocar qualquer bebida alcoolica na boca, já faz um mês que parei.So que o nosso relacionamento não e mesmo ela finge que esta tudo bem e eu também eu a amo e ela também diz a mesma coisa;So que não consigo viver assim ate conseguirei e ela também sera que perdoar e tao difícil e as coisas que ela poderia abrir mao para melhorar o nosso relacionamento não o faz porque.Sou meio simplório mas na humilde opinião as coisas acontece dos dois lados so que ela acha que esta certa e não quer mudar e nem ceder.Independente de tudo isto nos nos amamos e e o que doi mais.Me aconselhe por favor. Obrigagado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo,
      Não fique tão apreensivo, vocês se amam e isso é o mais importante. Ela está magoada com o que aconteceu e ainda está insegura por medo que a história se repita. Eu sugiro que você convide-a para passar um fim de semana na praia ou no campo ou, se a grana tiver curta, convide para um jantar romântico e converse com ela, explique pra ela como você está se sentindo e passe segurança de que o fato não irá se repetir. Procurem sair mais juntos, nem que seja só para ir ao cinema ou comer um salgadinho e um refrigerante. Este tipo de atitude aproxima mais o casal.
      Espero ter ajudado.
      Abs,

      Excluir
  50. Oi...Descobri nas redes sociais que meu marido está "conversando" com outras mulheres,se insinuando dizendo ter interesse de sair com elas,etc...
    Já considero isso traição...ele ainda não sabe que eu já sei de tudo.Estou muito triste e cansada de tudo!!
    Tenho 2 filhos pra criar,e não tenho pra onde ir...Estou sem trabalho,meu filho ainda é bebê...Preciso de ajuda psicológica...não tenho a quem recorrer...
    Está muito difícil me sentir tão desvalorizada,tão humilhada...Penso em ir embora,..Mas,pra onde?Fugir do que?
    Se fugir me ajudasse a esquecer tudo,eu iria com certeza...Mas,não....os problemas irão junto comigo....
    Me ajudem,o que eu faço......Concordam comigo que isso é traição?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga,
      Você tem duas alternativas, quais sejam:
      Ter uma conversa com ele expondo o que você sabe e que você não aceita esse tipo de “brincadeira” porque acha uma falta de respeito com você. (embora você saiba que não é brincadeira, você vai fingir que acha que é).
      A outra alternativa, já que você no momento não tem como tomar uma atitude, é fingir que não sabe de nada porque se você falar e não tomar nenhuma providência, ele pode perder o respeito por você e, aí, não vai ser nada bom. Neste caso, tente fazer alguma atividade que você possa fazer em casa e ganhar algum dinheiro. Faça um pezinho de meia porque você não sabe que futuro lhe aguarda.
      Assim que você puder volte a trabalhar, faça isto porque os homens têm muito mais respeito por mulheres independentes, pois sabem que elas não se submetem por terem condições financeiras para tomar uma atitude.

      Abs.

      Rita Maria

      Excluir
  51. Olá,bem ja faz algum tempo eu tive muitos problemas com uma pessoa que estudava na mesma escola que eu,nós discutimos e depois disso nos afastamos mas eu gostava dessa pessoa e depois de 8 meses sem agente conversar eu resolvi dar um passo adiante e pedir desculpas pelo o que havia acontecido mas até hoje eu ela não conversamos mais e eu fico triste pensando se poderiamos ser amigos ou se ela me odeia,eu não sou muito bom em me relacionar com as pessoas mas gostaria muito de ter alguém pra chamar de amigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo,
      Insista mais uma vez em falar com ela. Seja mais claro nos seus sentimentos. Fale que você gosta muito dela, que sente muita falta da companhia dela, que se arrepende muito pelo fato ocorrido e que se ela te der mais uma chance, vai perceber o quanto a amizade de vocês é importante.
      Entre para um curso de Teatro, isto vai te ajudar a se relacionar melhor com as pessoas.
      Abs.
      Rita Maria

      Excluir
  52. Não tenho amigos, desde criança, sempre sofri por não tê-los, e as pessoas desde criança me rejeitaram... não consigo ter amigos, se convivo um tempo em um ambiente as pessoas passam a me evitar, ja tentei mudar mas não consigo, as vezes nem sei o que faço que afaste as pessoas, já desejei não existir desde criança, mas não fiz ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo,
      Vou te dar um conselho que costumo dar para maioria dos leitores que têm dificuldades para encontrar o seu espaço no mundo, ou seja, faça um curso de Dança de Salão ou de Teatro. Qualquer um destes dois faz com que você se solte e aprenda a se descobrir. Para você eu acho melhor o de Teatro, mas se na tua cidade não tiver de teatro procure a dança de salão. Tente estas dicas e depois de um tempo me escreva. Você vai ver como vale a pena.
      Abs.
      Rita Maria

      Excluir
  53. Oi pesoal preciso desabafar, tenho 3 filhos homens, que ultimamente eu sinto que eles estão muito distantes, sabe o que é eles virem na minha casa e eu ter a impressão que não vieram, pois isto tem acontecido demais, pois parece que eles só preocupam-se com seu bem estar e com seus negócios, ficam o tempo todo no celular e nem percebem que eu e o pai deles estamos presente, não perguntam nada de nossa vida e se eu pergunto da deles dizem; a mãe não importa...tenho vontade de sumir da presença deles para ver se acham falta, mais não dá pois ta tudo aqui sem possibilidade de uma nova vida. tenho 63 anos. preciso de ajuda de alguem que possa me ajudar.

    ResponderExcluir
  54. Amiga Nair,
    Não se sinta tão desprezada assim pelos fatos que estão acontecendo na sua vida em relação aos seus filhos. Saiba que a maioria dos filhos são assim. Tenho irmãs e primas com filhos homens e filhas mulheres que reclamam do mesmo problema. Depois que eles crescem estão mais preocupados com suas vidas do que com a nossa. Pensando bem, a maioria de nós também agiu assim com os nossos pais e agora queremos exigir de nossos filhos aquilo que não fomos com os nossos pais. Como sempre digo, toda regra tem exceção. É claro que existem filhos que são muito atenciosos com os pais, mas, como disse: são raras as exceções.
    Amiga, o meu conselho é você dar um gelo neles. Quando eles chegarem na tua casa pega o teu celular e finge que tá falando com alguém, ou então fica vendo televisão, ou ainda diz que tem um compromisso e vai na casa da vizinha ou na loja da esquina. Tudo sem cara feia e, se eles perguntarem, fala que é impressão deles que tá tudo bem. Age assim por um tempo e você vai ver como vai funcionar. Tenho uma irmã que fez isso e deu certo. Por outro lado, vale a pena lembrar e não esperar muito dos filhos porque eles estão agindo hoje como muitas de nós agimos no passado quando éramos tão jovens quanto eles.
    Outra alternativas que também costumam funcionar:
    - Fazer parte da comunidade de uma Igreja. Assim quando eles chegarem você vai para Igreja e deixa eles esperando para perceber a sua falta;
    - Chamar o marido e fazer umas viagens baratas e parceladas para mudar de local, ares e pessoas.
    Estas alternativas costumam funcionar para a maioria dos pais que estão sendo desprezados pelos filhos.
    Amiga, o mais importante e não levar a vida tão a sério porque a gente morre, fica tudo aí e ninguém nem percebe a nossa ausência. Por isto, temos que aproveitar o máximo da vida e não dar importância a quem não tá nem aí pra gente. Como diz o nosso amigo Roberto Carlos: - Eu só vou gostar de quem gosta de mim.
    Abraços, muita luz na sua vida e seja feliz!
    Rita Maria

    ResponderExcluir
  55. Estou muito triste, sou maltratada,(por desprezos, más palavras, ignorada, estou sozinha na minha luta, tudo isto por ajudar animais, marido filhas etc, não sei o que fazer, não consigo deixar de os ajudar, tiro de mim para eles, acusam-me que ponho os animais (gatos) á frente de tudo, se calhar é mesmo verdade, não consigo deixar de o fazer, choro por todas as situações, ontem tive a maior desilusão da minha vida, pensava que a minha filha aceitava mais o menos o meu ser mas ontem revelou-se, o quanto me condena, já à muito tempo que eu venho a sentir um desprezo muito grande por parte dela, inclusive más palavras e quando lhe peço qualquer diz-me sempre que não pode ou por isto ou por aquilo, disse-me que eu ponho os gatos á frente, creio que será pelo filhos dela que têm seis anos, mas eu isso não o faço os meninos dela estão sempre à frente, fiquei muito chocada, já nem a areia me compra tenho 63 anos, não tenho carta e claro carro, ando a carregar a areia e latas de comida, tudo muito pesado por que ela já não me quer ajudar, estou muito admirada quando ela me disse ontem que não me ajudava por que ponho os gatos á frente de tudo, e foi mesmo ela que me fez gostar de gatos, que meteu lá um em casa e eu comecei a conhecer o que era um gato. estou sozinha desprezada com muitas dificuldades financeiras, e muitas outras coisas mais, estou desolada ontem fartei-me de chorar, e as ideias suicidas, não me saem da cabeça, só que não o faço por causa dos gatos e é que tenho lá uma gatinha paralítica das pernas de trás que precisa muito de mim, e essa minha folha ajuda-me a dar-lhe banho todos as semanas mas ontem recusou-se, mas já há muito tempo que eu ouvia ela a murmurar (com asneiras pelo meio agora também tenho a gata para dar banho mais asneiras pelo meio) ontem disse-me o que eu desconfiava, eu só disse Deus é grande espero que deus nosso senhor me ajude, obrigada precisava falar.

    ResponderExcluir
  56. Ola, tenho 26 anos, sou casado há 3 anos, mas morando juntos já são 5 anos, sou pai de 2 filhos lindos, minha esposa cresceu em um ambiente familiar muito depressível, pois além da mãe dela descontar suas frustrações do relacionamento dela em minha esposa que é a mais velha das filhas, seu pai sempre viajou como caminhoneiro, e sempre que voltava para a casa batia na sua mãe grávida e agredia verbalmente, além de sempre xinga-la desde os 4 anos de idade onde já era obrigada a realizar tarefas domésticas, caso contrário seria de alguma forma castigada, e se já não bastasse o ambiente hostil e que foi criada, seu tio abusara dela desde os 3 anos até os 10 de forma cruel e com ameaças de morte, isso tudo fez com que ela criasse um gênio difícil, mas tirando esse gênio, ela é guerreira e uma excelente mãe, tivemos e sempre temos momentos agradáveis e que sempre relembramos com ternura, ela sempre teve tatuagem, mas depois da gravidez ela realmente encheu seu corpo com tatuagens, como forma de se sentir-se melhor, e sempre posta fotos nas redes sociais, inclusive pela sua beleza contém muitos seguidores e pela sua personalidade mais ainda, mas as vezes incomoda, pois sempre tem aqueles que fazem comentários pejorativos, como, gostosa, e tem aqueles que sempre que ela posta até foto comigo e vem e fala " vc está linda", sinto que sempre tenho que competir com esse tipo de situação, mas na verdade o que realmente acontece é que sempre discutimos feio por isso, ela nunca demonstrou falta de respeito comigo, mas ela se sente bem postando as fotos, porque em virtude de complicação das gravidez ela nunca pode trabalhar após o nascimento do primeiro, e fora isso ela foi ao médico e ele a diagnosticou com Sindrome do Panico, então para piorar minha família nunca a aceitou, meus pais sempre ajudam financeiramente mas sempre de alguma forma joga em nossa cara, minha irmã já chegou a dizer se eu não casasse com ela, eu teria um casamento de "principe", bem diferente do meu casamento, isso machuca muito minha esposa, pois ela realmente pensa diferente dos meus pais, mas sempre vi mais admiração da minha esposa pelos meus pais do que deles por ela, e o pior é que sempre ela passou muito mal e não conseguia executar as tarefas domésticas com exímio por ter dificuldades da doença, porque levou 3 anos para descobrirmos, e isso sempre minha mãe reclamava e deixava minha esposa se sentido um lixo, e minha irmã sempre falou mal dela pelas costas e sempre do nada a tratava muito mal, e sempre que minha irmã estava sozinha sem amigas por perto, ela gostava de sair comigo e minha esposa, que insistia para que eu a levasse, minha esposa pelo fato da família dela ser desse jeito "adotou" a minha, mas meus pais e irmã não a consideram, depois de ainda minha esposa chegar no limite depois de anos,

    ResponderExcluir
  57. Preciso muito desabafar com alguém que me entenda e que me ajude, tenho poucos amigos e os amigos que tenho não são de confiança, tenho muita vergonha de falar sobre esses assuntos com minha mãe ela não iria me entender e saber que eu só quero uma solução, minha amiga mais íntima que eu tinha foi embora vai fazer 1 ano e não nós falamos mais��,eu gosto de um menino quem nem sabe que eu existo,ultimamente minha mãe anda um pouco chata,eu sei que ela briga comigo só para me proteger, mais desde quando ela arrumou um namorado ela quase não liga mais pra mim, uns tempinhos atrás eu estava me relacionando com um garoto que parecia gostar de mim mais eu descobri que ele só estava comigo por pena e que ele ainda estava me traindo com uma menina "que dizia ser minha amiga", sabe isso dói muito, eu sei que muitos vão dizer: nossa,tão jovem e já passa por tantas coisas,ou:credo, que garota dramática isso é só uma fase de adolescente vai passar.
    Eu sei que um dia isso tudo vai passar mais não sei quando,e nem se vou ter forças para aguentar tudo isso!��

    ResponderExcluir
  58. Posso chegar no divã?
    Então.. Eu não tenho amigos pra desabafar e nem sou proxima de ninguem da minha familia. Eu moro com a minha vó e sempre que eu falava de algum problema meu ela dizia " Hmm... que pena hen?" então desisti de procurar a ajuda dela.
    Eu tinha 3 melhores amigos que não moram perto de mim. 2 deles eram proximos e o ouotro mora no mesmo estado que eu ( SP) eu coreti relações com minha melhor amiga pq não dava mais certo. O problema é que faz tipo uns 8 meses que gosto do meu melhor amigo daqui de SP... ontem eu falei pra ele, ele pra rejeitou e disse para darmos um tempo. Só que eu não tenho ninguem pra falar essa historia, o quanto ela ta mexendo comigo... sempre me senti sozinha. Mas agora ta muito dificil... eu falava tudo sobre minha vida para o meu amigo. agora nem sei se quero mais falar com ele.

    ResponderExcluir
  59. EU REALMENTE PRETENDO NAO ESTAR MASI AQUI QUANDO O PROXIMO DIA AMANHECER É VERDADE EU NAO PRETENDENDO ESTAR MASI AQUI VC NAO SABE O QUE SINTO REALMENTE NAO SABE NAO TENTE IMAGINAR VC NAO SABE O QUE EU REALMENTE SINTO AQUI DENTRO NA OBCURA E CRUEL AMARGURA CORROSIVA DO DIA A DIA MAIS QUE ESTRESSANTE AGUNIANTE EM QUE CLAMA POR PAZ SE RETORCENDO NA IRA VC NAO DEVE SABER O QUE EU SINTO POIS QUEM JA SENTIU CERTAMENTE JA SE FOI NAO E POSSIVEL SUPORTAR POR MUITO TEMPO POR NEM MAIS UM MOMENTO ...RESPIRA FUNDO FUNDO VOLTA AO MUNDO REAL SAI DOS SONHOS IMAGINACOES QUE NAO EXISTEM E QUE NAO FAZ ALGUM SENTIDO VOLTA PARA UM MONDO MAIS CRUEL DO QUE QUALQUER PESSADELO POIS É REAL TAO REAL QUANDO UMA FACA CORTANDO UM CORACAO SEM DO NEM PIEDADE ASSIM COMO UM ANIMAL QUE VAI PRO MATADOURO SEM AO MENOS UM PINDO DE DO PURA CRUELDADE E SEI LA MAIS O QUE QUE ESSAS PESSOAS SENTEM DENTRO DE SIM E ..-NOS- ME - FAZ SENTIR ASSIM... JA NAO DA MAIS NAO DA PRA REPETIR ISSO -PRA QUEM? TODOS SABEM EU SEI TODOS IGNORAM EU SINTO TODOS VIRAM AS COSTAS EU DOU A CARA PARA BATER E DOI DOI DOI MUITO NAO PELA PANCADA MAS POR QUEM NEM VIU.. O QUANDO SOFRI NEM AO MENOS SE LEMBROU DE E SE LEMBROU, DO QUE IMPORTA ISSO NAO FAZ DIFERENCA AGORA ESTOU MORRENDO NAS MINHAS FERIDAS ENVENENADAS POR MINHAS LAGRIMAS ACIDAS VINDAS DE UM CORACAO AMARGURADO AFINAL TUDO ISSO E CULPA MINHA ACEITEI O MAL DENTRO DE MIM NAO FIZ MUITO ESFORCO PARA ESPULSA-LO DOS MEUS PENSAMENTOSS MUITO PELO CONTRARIO ME DELICIEI NAS SUAS DOCES TENTACOES E TERMINEI ENVENENA PELAS MINHAS PROPRIAS MAOS.. QUAL SERA O FIM DESTA HISTORIA EU REALMENTE NAO SEI... O AGORA PARA MIM JA O FIM UM FIM TRAGICO LAMENTAVEL .... COMO MUITOS... MAIS UMA ... QUE DIFENCA FAZ EM MEIO HA MILHOES DE PESSOAS PASSANDO PELA MESMA COISA... EU NAO SEI, QUE DIFENCA FAZ MAS SEI . O QUANDO DOI , E CERTAS DORES SO CURAM COM A INEXISTENCIA- SEJA DA DOR- OU DE QUEM A SENTE. ENTAO DE UMA VEZ POR TODAS A CURA DE TODOS OS MALES NAO É RANCAR O MAL PELA RAIZ POIS BEM - ME ARRANCO DESTE CHAO QUE ME PRENDE A MIM MESMA ME MATA POR FALTA DE ........NAO ME RESTA NADA FOLHAS SECAS QUE NUNCA FIRARAM FLORES....CHEGA!

    ResponderExcluir
  60. Boa madrugada. Sabe, terminamos o relacionamento eu e minha ex-namorada há mais ou menos 2 anos. Até hoje não consigo me dar muito bem com essa nossa decisão. Já tentei me relacionar com outras mulheres, no entanto, por causa dos meus pensamentos nela, eu não consigo abrir o meu coração para um novo e possível amor e desisto logo em seguida. Soube recentemente que ela noivou e possivelmente irá se casar. Meu coração está conectado à ela.

    ResponderExcluir
  61. eu tenho vontade ér m,orrer nao consigo parta de usar droga vida ta um inferno

    ResponderExcluir
  62. A tres anos atraz conheci um rapaz, faziamos curso juntos, foi amor, foi amor a primeira vista, mas ele era casado, foi quando tentei fugir de tud aquilo, mas já era tarde demais, ja havia um vinculo forte, vinculo de cuidado, ele fazia tudo ser magico tudo ser diferente, me mudei pra mesma cidade que a dele, foi quando tudo ficou mais cada cada dia ele crescia mais dentro de mim. estamos juntos ainda, nos vemos no minimo 1 vez por semana, mesmo amando-o me sinto com um vazio enorme, não queria que fosse aassim, nã consigo deixa-lo e nem ele me deixa.... ele fala que quer esperar o filho dele crescer mais um pouco, mais ja foram 3 anos... doi tanto isso, sufoca, mas quando estamos juntos parece não existir mais mundo lá fora, eu amo ele e penso pq deus colocou algo tão impossivel assim na minha vida :(... pode me ajudar?

    ResponderExcluir
  63. Como nos enganamos com as pessoas. Na verdade, acho que nós na maioria das vezes deixamos nos enganar. Meeeeeu Deus, como fui trouxa, com universo me provando que eu não passava de um passatempo para o "Finado Marcio" (Por que pra mim realmente ele esta mortinho da Silva), mesmo com tudo mostrando que eu iria quebrar a cara, mesmo assim eu quis acreditar nas mentiras dele e pior, acreditar que ele tinha algum sentimento por mim ou até mesmo um dia poderia ter. TROOOOUXA!
    Tudo que ele queria era alguém para conversar quando todas as outras estivessem ocupadas, tudo que ele procurava em mim era saciar o prazer dele. Me pergunto como uma mulher de 26 anos ainda pode se deixar cair na conversa de um vagabundo desses... Aff
    Meu coração também não colabora, mesmo sabendo que o "finado" fugia de todo padrão de homem que queria ao meu lado, mesmo assim ele vai lá e se apaixonaAaaaaaaah coração otário! Olha só o que arrumou para nós, uma grande dor. Sinceramente não sei como explicar essa dor, parece que corroí o peito, nunca levei uma facada mas ao ver a foto da nova namoradinha do "finado" me deu a sensação de esta levando uma, acho que nunca chorei tanto na vida, nossa que dor horrorosa, nem gosto de lembrar. Uma mistura de amor, ódio, decepção tudo junto, ele mente muito bem, o Ator Antonio Fagundes esta perdendo pra ele...rs
    Nunca vi uma pessoa tão fria, calculista, fdp... Aiiii que raiva de mim!
    Mas enfim, não era para ser, as vezes não entendemos os livramentos de Deus, mas depois de rios de lagrimas (que dava para alagar a cantareira...haha), meu coração se acalmou, não que eu tenha o perdoado, acho que enquanto eu lembrar das palavras vazias, das mentiras, de tudo referente a ele, não vou conseguir perdoa-lo. Mas sei que Deus está no controle de tudo, ainda que eu esteja sofrendo agora, lá na frente usarei a experiencia para não cometer os mesmos erros. Foi melhor chorar agora, do que uma vida toda...

    ResponderExcluir
  64. Olá Rita Maria, gostei muito dos seus comentários. Parabéns, escrevo em breve. Será que você ainda está por aqui? Até mais.

    ResponderExcluir
  65. Há um tempo atrás eu fiz um furto no mercado em que eu trabalho, e a menina que trabalha comigo viu, porém ela não comentou nada no momento, porém fica sempre jogando indiretas pra mim ameaçar, eu porém finjo que não sei do que ela está falando, mais na minha cabeça tudo mim julga, ela fica falando coisas do tipo, " a justiça de Deus tarda mais não falha, eu tenho medo de ela acabar se estressando e contando tudo, meus familiares nem imaginam que eu fiz esse tipo de coisa , e se vir a tona o que eu faço?? Ajude me.

    ResponderExcluir
  66. Olá minha história é complicada,mas vou tentar resumir...quando eu tinha 15 anos entrei em um curso é lá comecei a ter amizade com um garoto(16 anos),conversa vamos muito e parecia até que éramos a mesma pessoas pois pensávamos igual,falávamos igual,até tínhamos os menos projetos de vida( sim é muito bizarro!��)passou o tempo e ele pediu pra namorar comigo esse tempo foi lindo pq era algo diferente algo inocente e verdadeiro algo sincero...contudo não durou nem 1 mês eu tive que me mudar pra outro estado(e meu pai não aceitou a relação),e para ele poder seguir em frente e não ficar me esperando pois foi oque ele disse que faria quando contei que ia me mudar e nem sofrendo.. resolvi terminar e dizer que não gostava mais dele...(sim foi horrível da minha parte mas naquele momento parecia o melhor a se fazer).Terminei tudo com ele,e fui embora,bloqueei ele no Facebook e ignorei todas as tentativas dele de falar comigo,o tempo passou e eu tinha conseguido parar de pensar nele...até que uma pessoa me mandou uma mensagem por um facebook desconhecido como se me conhecesse...era ele voltamos a conversar(pq eu pensei que já tinha esquecido ele por completo��)conversamos muito e descobri que ele ainda me ama e que eu ainda o amo,mas nunca daria certo pq...1- agora ele tem namorada(eu não aceitaria ele terminar com ela por minha causa,sim ele queria terminar com ela pra ficar comigo pois fui sua primeira namorada,e a atual dele sabe de mim pois se conheceram quando ele estava desabafando com ela a saudade que sentia��) 2- ele mora em outro estado 3- meus pais não aceitariam pois ele é de outra religião é diferente da minha
    Então pra resumir parei de conversa com ele denovo mais ainda não consigo o esquecer pq sei que ele me ama,me compreende,e sinto falta dele :(
    DESCULPEM PELO TEXTO ENORME

    ResponderExcluir
  67. Bom eu queria muito alguém que possa conversa comigo e me aconselha.. Sou uma adolescente e tenho muitos problemas desde de pequena..de inicio passei a minha infância vendo meu pai batendo na minha mãe, traindo ela..e eu dividida pois não sei em quem confio..eu sou a mas isolada de toda a minha família pois ninguém fala comigo pse nem a minha própria mãe me dar atenção e quem ler isso pode até achar que eu estou fazendo isso por bobeira mas não é mesmo não é eu sofro calada sempre e eu estou cansada do meu irmão me maltratar,da minha mãe me ignorar e guando quer me tratar mal,da minha familia toda me tratar mal e não falarem comigo,do meu pai sumir derrepente, da morte da única pessoa que realmente me amou..por um tempo eu presenciei as tentativas de morte da minha mãe na minha frente com apenas 10 pra 11 anos de idade ,eu tive que muitas vezes ouvir ela falando que ia morre,eu vi ela tomando uma caixa inteira de remédios pra morre,ela falando que ia deixar de me amar cê eu perdoasse meu pai..bom hoje eu esta tudo diferente mas pra pior..eu sinto que cada vez mas eu estou morrendo na minha solidão, tristeza, rancor,vontades ruins..e o pior disso tudo calada,eu amo muito a minha família mas eu só queria que eles prestacem atenção em mim pq já estou perdendo as esperanças mas uma coisas que eu aprendir que CANSEI NÃO É O MESMO QUE DESISTO POIS MESMO VC CANSADO CONTINUA LUTANDO..BOM é isso!

    ResponderExcluir
  68. Gente..... Preciso muito desabafar, e não tenho com quem conversar, até mesmo porque não quero que ninguém saiba disso. Tenho 25 ano e sou casada há 9 meses, não tenho filhos. Meu marido é um anjo, um amor de pessoa. Fui a primeira namorada dele, e sou muito feliz por isso. Não tenho dúvidas de que ele é o amor da minha vida. Porém, de uns tempos pra cá venho remoendo algumas decisões do passado, decisões de antes de nos conhecermos. Eu tenho um ex namorado, namoramos por 8 meses à distância, nos víamos uma vez ao mês pois morávamos em cidades diferentes. Aquela distância tava acabando comigo, sempre fui uma pessoa que gosta de ter alguém por perto. Sem contar que eles estava fazendo mestrado, então quando eu resolvi terminar com ele já fazia uns 2 meses que não nos víamos. Ele não podia vir, eu me propunha a ir mas ele dizia que eu não podia ir pq ele não teria tempo. Durante nosso namoro ele tbm não era muito carinhoso, era meio frio e mal me beijava. Só me elogiava, isso ele fazia bastante. Enfim, ele começou a namorar de novo 5 meses após nosso término, e eu quase um ano depois. A questão é que descobri que ele ta noivo e isso ta virando a minha cabeça. Parece egoísmo da minha parte, mas não consigo deixar de pensar na vida que teríamos juntos. Hoje eu trabalho e estudo e meu marido também. Damos um duro danado, mas somos muito abençoados. Penso que se tivesse ficado com meu ex, não teria este problema. Teria uma vida confortável, afinal a vida dele já é toda estabilizada. Gente, o que eu faço? Quero parar de pensar nisso. To me sentindo tão mal, tão culpada...

    ResponderExcluir
  69. Amiga,
    Leia aqui no blogue a postagem com o Título: "Se arrependimento matasse". Ela vai te ajudar a enxergar essa tua dúvida,
    Espero ter ajudado.
    Abs.
    Rita Maria

    ResponderExcluir